🇵🇹 Porto aposta em reforços 'made in' Portugal

Logo: OneFootball

OneFootball

Ian Chicharo Gastim

Imagem do artigo: 🇵🇹 Porto aposta em reforços 'made in' Portugal

Ao contrário do última janela de transferências, o Porto concentrou seus investimentos em jogadores do mercado interno, até porque as finanças dos Dragões não estão ideais.

Dos cinco reforços oficializados até o momento, quatro já estavam em Portugal, apenas Evanilson, contratado junto ao Fluminense, veio do estrangeiro.

O guarda-redes Cláudio Ramos e o defesa Carraça, que vieram do Tondela e do Boavista, respectivamente, chegaram à equipa de Sérgio Conceição a custo zero.

Zaidu chegou ao Porto, vindo do Santa Clara, por 4 milhões de euros, assim como Mehdi Taremi, que foi contratado, após grande época no Rio Ave. Os valores não foram revelados, mas a transação girou em torno de 5 milhões de euros.

O maior investimento foi pelo avançado brasileiro Evanilson. Foram 7,5 milhões de euros para comprar o passe do ex-jogador, que estava ligado ao Tombense, clube de empresários no Brasil.

Em entrevista ao jornalista francês Remi Martins, Siramana Dembelé, braço direito de Sérgio Conceição no Porto, justificou o motivo do clube ter concentrados seus reforços no mercado português.

É por causa da conjuntura: o Porto é um clube com dificuldades a nível financeiro. A partir daí, não podemos ir procurar jogadores ao estrangeiro. Há parâmetros como o preço dos jogadores que não controlamos. É preciso encontrar soluções mais acessíveis, mas com qualidade. É isso que tentamos fazer.

Siramana Dembelé


Foto de destaque: Porto/Divulgação