Ponto biométrico tem data para ser colocado em prática no Ninho do Urubu | OneFootball

Ponto biométrico tem data para ser colocado em prática no Ninho do Urubu

Logo: Coluna do Fla

Coluna do Fla

Medida solicitada por Paulo Sousa passará a ser exigida a partir dos treinamentos da próxima segunda-feira (17)


Este início de ‘Era’ Paulo Sousa tem sido marcado por diversas mudanças no desenvolvimento diário de trabalho no Ninho do Urubu. Depois de implementar a utilização do telão nos treinamentos, agora é a vez de colocar o ponto biométrico em prática. A previsão é que a tecnologia comece a ser utilizada na próxima segunda-feira (17).

A ideia do ponto biométrico é controlar a chegada e saída dos atletas – além, é claro, da comissão técnica. Paulo Sousa já revelou ser muito exigente em relação aos horários e compromissos diários no Centro de Treinamento. A informação foi dada inicialmente pela jornalista Isabelle Costa. O Mister solicitou, inclusive, que os jogadores passassem a se alimentar no Ninho, do café da manhã ao jantar dependendo do turno das atividades.



Além das refeições obrigatórias no Ninho do Urubu, o novo Mister, como é chamado, ainda vetou o uso de aparelhos celulares durante a ceia. A ideia é que os atletas consigam se aproximar e se conectar ainda mais – algo que também foi solicitado por Jorge Jesus em sua chegada ao Brasil, em 2019. Com o ex-treinador, porém, a medida não demorou muito para cair.

Na última quarta-feira (12), o Flamengo treinou pela primeira vez com o telão solicitado por Paulo Sousa. O objetivo do aparelho, instalado entre os gramados de atividades do Ninho, é mostrar, em tempo real, a movimentação dos atletas durante o trabalho. Assim, a comissão pode localizar e corrigir erros táticos que passariam despercebido anteriormente.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo