Pelé na Netflix: data de estreia, direção e outros detalhes do documentário sobre o Rei

Logo: Stats Perform

Stats Perform

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fimages.performgroup.com%2Fdi%2Flibrary%2Fdazneditorialimages%2F47%2Fc2%2Fpele-netflix-documentario_pele_netflix_documentario_1nf9dy1hsug911jrn63z3imij0.png%3Ft%3D1875375863&q=25&w=1080

Seria melhor ir ver o filme do Pelé? Nesta quinta-feira (14), a Netflix lançou oficialmente um teaser de seu novo documentário sobre o Rei do Futebol, contendo cenas exclusivas, imagens de arquivos nunca vistas antes e entrevistas inéditas com ex-companheiros de equipe como Jairzinho, Zagallo e Rivellino.

Produzido pela Pitch Productions, o documentário conta a trajetória de Pelé durante 12 anos: de 1958, ano em que venceu sua primeira Copa do Mundo, na Suécia, como um jovem de 17 anos, até 1970, quando a seleção brasileira se sagrou a primeira a ser tricampeã mundial com um dos maiores times da história do futebol.

Segundo o anúncio, a documentário também falará sobre o "período turbulento" que viveu o Brasil na época e os impactos que isso acarretou na carreira do Rei.

A direção ficará a cargo de Ben Nicholas e David Tryhorn. A dupla foi a responsável pela produção do documentário "Tudo ou Nada: Seleção Brasileira", contando a história da conquista da Copa América de 2018 com imagens exclusivas e acesso aos bastidores. Outras obras incluem "Kenny", sobre o ex-jogador Kenny Dalglish, e "Crossing the Line", sobre o ex-atleta olímpico Danny Harris.

Já a produção executiva será de Kevin MacDonald, diretor dos documentários "Marley" e "Whitney", contando a história de dois dos maiores músicos de suas gerações, bem como o aclamado "One Day in September", vencedor do Oscar de Melhor Documentário em 1999.

"Pelé" estreará na Netflix no próximo dia 23 de fevereiro, representando uma nova aposta da plataforma em documentários com imagens de arquivos inéditos sobre grandes figuras do esporte, após o sucesso de "The Last Dance". Diferentemente da obra sobre Michael Jordan, porém, a produção sobre o Rei do Futebol não será dividida em episódios.

Em sua conta oficial no Twitter, Pelé comentou dizendo ter a oportunidade de "rever as suas memórias" e afirmou estar empolgado para assistir a produção da Netflix.