Pedro, após brilhar contra o Grêmio: ‘Não me abalei quando os gols não saíam. Me deu mais força’

Logo: Jogada10

Jogada10

Pedro chegou a ficar dois meses sem fazer um gol sequer. O jejum acabou na vitória por 3 a 1 sobre o Palmeiras, no domingo (12/9), quando o atacante marcou na vitória por 3 a 1 sobre o Verdão no Brasileiro. Nesta quarta-feira, contra o Grêmio, no Maracanã, foi dele os gols no 2 a 0 que confirmaram o time na semifinal da competição contra o Athletico. E o atacante era só animação com a volta da sua eficácia.

“Estou a cada dia querendo dar o meu melhor e evoluir. Mesmo quando não estava saindo gol, não me abalou. Pelo contrário, me deu mais força ainda para treinar, para trabalhar mais e voltar a fazer gol. Voltei a fazer gol no último jogo e agora. Mas é continuar da mesma forma, trabalhando, cada vez que vestir a camisa vou dar meu melhor porque é um sonho que estou realizando a cada dia” disse ao Premiere.

Pedro celebra o segundo gol que marcou na vitória  sobre o Grêmio – Marcelo Cortes / Flamengo

Um dos gols foi de pênalti. Tudo indicava que o cobrador seria Everton Ribeiro, já que Gabigol não estava em campo (Pedro entrou no lugar do camisa 9 aos 14 do segundo tempo). Mas Pedro disse que não era bem assim.

“Já estava decidido. Também treino pênalti pra aperfeiçoar ainda mais e hoje tive a oportunidade de bater. Graças a Deus fiz o gol, e vou continuar trabalhando para buscar a evolução a cada dia”, disse Pedro.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo