Paulo Sousa justifica ausência de Diego Alves e avalia situação de Hugo Souza no Flamengo | OneFootball

Paulo Sousa justifica ausência de Diego Alves e avalia situação de Hugo Souza no Flamengo

Logo: 90min

90min

O Flamengo foi bem e venceu a Universidad Católica por 3 a 0, no Maracanã, na noite da última terça-feira (17), e confirmou presença no mata-mata da Conmebol Libertadores. Ainda assim, o Rubro-Negro não encerrou o dia sem se envolver em polêmicas. Após o apito final, Paulo Sousa falou sobre o jogo e, entre outros assuntos, comentou acerca da constante ausência do goleiro Diego Alves. O treinador revelou que o arqueiro, que não treinou nos últimos dias por estar se recuperando de uma pubalgia, informou na véspera do jogo da Libertadores que poderia ser utilizado contra a UC. Paulo Sousa não o relacionou e explicou o motivo. Aqui os processos não são assim, os jogadores para jogar têm que treinar. E ele não treinou nenhum dia desde o jogo contra o Botafogo (no último dia 8), por isso não podia estar relacionado. No dia seguinte ele reportou ao departamento médico dores no púbis um pouco dispersas. O departamento fez uma ressonância, temos que confiar no jogador. Nem tudo vai ter algo gráfico”, frisou.

Além da justificativa, Paulo Sousa ainda comentou sobre a sequência dos fatos desde que Diego Alves sentiu dores no aquecimento da partida contra o Botafogo, no Mané Garrincha, válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O goleiro, então, não treinou mais desde a acusação do problema. "Todos os dias um colaborador meu fala com todos os jogadores para ter sensações e perceber que nível de dor ou contrações musculares ou se dormiu bem ou mal. Para podermos ir ajustando o tipo de trabalho e as ações... Ontem [segunda] de manhã, ele continuava a ter dores. À tarde, o nosso fisioterapeuta disse que o Diego estava ‘melhorzinho’, que se sentia capaz para poder treinar...", emendou.

"Se vocês verificarem o que são dores no púbis e o tempo que leva para recuperação, não pode ser de um dia para o outro ou por uma reunião que teve com o Bruno Spindel na hora do almoço e que rapidamente se recuperou e podia estar disponível para jogar."- Paulo Sousa.

Em baixa no Flamengo, Diego Alves não caiu nas graças de Paulo Sousa. Nesta temporada, o goleiro entrou em campo apenas duas vezes, ambas pelo Campeonato Carioca – contra Madureira e Resende. Sua última atuação foi no dia 27 de fevereiro e, hoje, ele é a terceira opção do setor – atrás de Hugo e Santos.

Vaiado, Hugo saiu chorando

O titular Hugo Souza tem a confiança do comandante, mas ouviu vaias durante o jogo no Maracanã. Abraçado por companheiros, ele se emocionou após o apito final e desabafou nas redes sociais. " Tudo é aprendizado e construção, vitória importante pra seguir buscando nossos objetivos", escreveu.

"Vamos tentar ser um bocadinho honestos, ver o percurso do Hugo. Procurem ser analistas e vejam o crescimento técnico do goleiro com uma torcida e uma pressão que o Flamengo exerce, que é grande. A capacidade de controle emotivo dos jogos que ele tem tido tem sido extraordinária para um menino de 23 anos. Deu para perceber perfeitamente que o impacto foi grande e o grupo quis dizer que está com ele. No dia a dia é exatamente isso que passa."- Paulo Sousa, técnico do Flamengo

Cria da base, Hugo Souza atua no profissional do Fla desde 2020 / Alexandre Schneider/GettyImages

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo