Patrick é apresentado pelo São Paulo e avisa aos repórteres para não perguntarem mais sobre o Gre-Nal “dos caixões” | OneFootball

Patrick é apresentado pelo São Paulo e avisa aos repórteres para não perguntarem mais sobre o Gre-Nal “dos caixões”

Logo: Vozes do Gigante

Vozes do Gigante

Apresentado em coletiva pelo São Paulo, o meia Patrick desconversou sobre jogar ao lado dos antigos rivais Rafinha e Alisson e chegou a se incomodar com a pergunta da reportagem.

Quando questionado sobre os novos parceiros e sobre os caixões que ergueu após a vitória no Gre-Nal (que encomendou o corpo do Grêmio para o terceiro rebaixamento), Patrick respondeu:

“Não tivemos conversa (sobre os caixões) e não precisamos ter. Estamos em outra fase, já passou. Estamos em 2022 e no São Paulo. Falamos do São Paulo. Já para deixar claro: acho que vocês não precisam mais fazer pergunta sobre isso. Rafinha é multicampeão, todo mundo conhece sua história e agora vou ter a honra de tê-lo ao meu lado e vou tentar desfrutar ao máximo da sua qualidade”.

Patrick, que considerou o São Paulo o maior clube do Brasil, assim que se transferiu, foi perguntado sobre a rivalidade Gre-Nal. E afirmou:

“Sobre a rivalidade, Inter e Grêmio tem a sua rivalidade. Dentro do contexto, daquilo que acontece, a gente age de acordo com a emoção. Naquela ocasião, a emoção foi aquela, acho que diante dos clássicos, dos jogos que tiver pelo São Paulo, vou continuar sendo eu, vou agir da melhor forma. Se tiver que acontecer alguma coisa (provocação), vai acontecer. Mas é sempre lutar e buscar a vitória com a camisa do São Paulo”.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo