Partida entre Ceará e São Paulo pode ser anulada; entenda

Logo: Futebol Cearense

Futebol Cearense

Imagem do artigo: Partida entre Ceará e São Paulo pode ser anulada; entenda

Foto: Divulgação/Jovem Pan

Vovô e Tricolor empataram em 1 a 1

Na noite desta quarta-feira, 25, Ceará e São Pão ficaram no 1 a 1 na Arena Castelão. O Tricolor Paulista abriu o placar na primeira etapa com o zagueiro Diego. No segundo tempo, Léo Chu igualou o marcador.

Quando a partida já estava empatada, p atacante Pablo fez o segundo gol do São Paulo na partida, mas o assistente marcou impedimento.

Como de praxe, o VAR analisou o lance, mas discordou a decisão do campo e validou o gol da equipe paulista ao orientar o árbitro a validar o gol. Wagner do Nascimento Magalhães faz o sinal de revisão no VAR e confirma o gol. Há uma reclamação do time da casa, mas um dos jogadores chega a tocar a bola no meio de campo para reiniciar a partida, após o árbitro autorizar.deu reinício ao jogo e depois o 4⁰ árbitro mandou parar.

Antes do desenrolar da jogada, o árbitro pausa o lance e, após breve análise, o impedimento é marcado.

Segundo o comentarista de arbitragem do Grupo Globo, Sálvio Spínola, apesar do lance ilegal, o árbitro não pode voltar atrás da sua decisão após reiniciar a partida.

– Depois que o jogo reinicia, não pode voltar atrás de uma decisão técnica. Pela imagem, ainda estava em revisão. Isso tem que avaliar: se ele autorizou ou não (o reinício da partida) – afirmou Sálvio.

De acordo com a FIFA, por meio Manual do Árbitro de Vídeo, a situação não pode acontecer.

8.12 Decisão após o reinício da partida não pode ser alterada
Se foi dado o reinício, as decisões anteriores podem ser revisadas e potencialmente alteradas?
A Regra 5 é clara em que um árbitro não pode alterar uma decisão depois do reinício da partida; os árbitros são incentivados a não permitir o reinício da partida se há possibilidade de revisão. A única exceção é para ofensas de expulsão direta tais como conduta violenta, onde a ação disciplinar pode ser aplicada mas o jogo não reverte ao reinício associado com essa ofensa (ex. a “mordida” do Suarez na Copa Mundial).

Como foi erro de direito, o Tricolor Paulista pode pedir a impugnação da partida e o duelo teria que ser jogado novamente.