🌪 Os maiores artilheiros da história do Athletico Paranaense

Logo: OneFootball

OneFootball

Ian Chicharo Gastim

Imagem do artigo: 🌪 Os maiores artilheiros da história do Athletico Paranaense

Se hoje a missão de marcar gols está nos pés de Carlos Eduardo e do jovem Pedrinho, o torcedor do Athletico Paranaense já comemorou também muitos gols de craques como Alex Mineiro, Paulo Rink e o lendário Sicupira.

Aqui no Onefootball, preparamos para você uma lista com os 10 maiores goleadores da história do Furacão. Confira a seguir:


  • Adriano Gabiru

Destaque no título do Brasileirão de 2001, o meia conquistou outros outros cinco canecos pelo Athletico: os Paranaenses de 1998, 2000, 2001 e 2002 e a seletiva da Libertadores de 1999. Com muito faro de gol, mesmo não atuando no ataque, Gabiru marcou 65 vezes em quase sete anos de clube.

Foto: JEFFERSON BERNARDES/AFP via Getty Images


  • Alex Mineiro

Um dos maiores ídolos da torcida rubro-negra, o atacante marcou 17 gols no Campeonato Brasileiro de 2001, oito deles nos quatro jogos do mata-mata que levaram o Furacão ao título. Ainda passou mais duas vezes pelo clube: em 2007 e outra entre 2009 e 2010. Ao todo, foram 65 gols com a camisa rubro-negra.


  • Guará

Membro do lendário time de 1949, que venceu o Paranaense e ganhou o apelido de Furacão, o jogador ainda atuou na época ao lado de Cireno (quinto) e Jackson (terceiro colocado neste ranking). Marcou 76 gols entre 1945 e 1952 com a camisa do Athletico.


  • Paulo Rink

Com 80 gols somando duas passagens, 1990-1997 e 2007, o atacante é um dos maiores ídolos do Athletico. Em 1995, formou com Oséas uma das duplas mais marcantes da história do clube, conquistando o acesso à Série A do Brasileirão. Em 1997, a negociação que o levou para o Bayer Leverkusen, por oito milhões de dólares, ajudou o Athletico a construir a Arena da Baixada.

Foto: ORLANDO KISSNER/AFP via Getty Images


  • Valter

Com 106 gols entre 1962 e 1966), o jogador atuou em um período ruim na história do Athletico, sem conquistar nenhum título. Apesar disso, fez mais de 100 gols com a camisa rubro-negra.


  • Cireno

Jogador titular do Athletico durante 10 anos, Cireno marcou 114 gols e conquistou três estaduais, em 1943, 1945 e 1949. Assim como Guará e Jackson, integrou o lendário Furacão de 1949.


  • Marreco

Primeiro jogador na história do Athletico a ultrapassar a barreira dos 100 gols, Marreco chegou a marca de 115 gols com a camisa rubro-negra, entre 1924 e 1934. Com muita dedicação ao Furacão, o atleta ajudou o clube a conquistar os estaduais de 1925, 1929, 1930 e 1934.


  • Kleber Pereira

Os 124 gols que marcou, em apenas 4 anos, evidenciam o quanto Kleber Pereira foi importante para a história do clube. Conquistou três Paranaenses, em 2000, 2001 e 2002, e foi destaque na conquista do Brasileirão de 2001, ao ser o artilheiro do Athletico na competição, com 17 gols.


  • Jackson

Chegou ao Athletico ainda nas categorias de base e virou peça-chave do time em 1944. Com 143 gols em 196 jogos, Jackson conquistou os Estaduais de 1943, 1945 e 1949. Saiu para o Corinthians, mas voltou em 1953. Só está atrás de Sicupira no ranking dos maiores goleadores do Athletico.


  • Sicupira

Um dos maiores ídolos do Athletico, Barcímio Sicupira para muitos é o maior jogador rubro-negro da história. E não é para menos, ele lidera o ranking de maiores goleadores com 157 gols entre 1968 e 1976. Foi artilheiro do Paranaense em 1970 e 1972 e ajudou na conquista do título em 1970.


Foto de destaque: Divulgação/Athletico