💰 Os elencos e os jogadores mais valiosos do Campeonato Alemão 🇩🇪

Logo: OneFootball

OneFootball

Ian Chicharo Gastim

Imagem do artigo: 💰 Os elencos e os jogadores mais valiosos do Campeonato Alemão 🇩🇪

A pandemia do novo coronavírus impactou o mercado de futebol. A janela de transferências foi afetada, clubes perderam dinheiro, mas, mesmo assim, o Campeonato Alemão segue com mais de 4 bilhões de euros de valor de mercado

Pensando nisso, listamos para você alguns números curiosos do Transfermarkt sobre a Bundesliga, que começa sua temporada 2020/21 na próxima sexta-feira (18).

Lembramos que o OneFootball agora é a nova casa da Bundesliga no Brasil.

Em um acordo histórico, vamos transmitir, pelas próximas três temporadas, todos os jogos do Campeonato Alemão, primeira e segunda divisões, com exclusividade, ao vivo e de graça.


Liga de € 4,2 bilhões 💰

Confira a seguir o valor de mercado dos 18 clubes do Campeonato Alemão.

  1. Bayern de Munique – 835 milhões de euros
  2. Borussia Dortmund – 579,7 milhões de euros
  3. RB Leipzig – 481 milhões de euros
  4. Bayer Leverkusen – 322,6 milhões de euros
  5. Borussia Mönchengladbach – 309,6 milhões de euros
  6. Hertha Berlin – 216,7 milhões de euros
  7. Hoffenhein – 213,8 milhões de euros
  8. Wolfsburg – 207,6 milhões de euros
  9. Eintracht Frankfurt – 195,5 milhões de euros
  10. Schalke 04 – 177 milhões de euros
  11. Werder Bremen – 121 milhões de euros
  12. Mainz – 115,8 milhões de euros
  13. Augsburg – 106,8 milhões de euros
  14. Freiburg – 99 milhões de euros
  15. Colônia – 89,9 milhões de euros
  16. Stuttgart – 73,7 milhões de euros
  17. Union Berlin – 61 milhões de euros
  18. Arminia Bielefeld – 34 milhões de euros

Total: 4,2 bilhões de euros

Foto: Stuart Franklin/Getty Images


Top-🔟 mais valioso 🔥

O Borussia Dortmund tem o jogador mais valioso da Bundesliga, mas é o Bayern de Munique que domina o top-10 de jogadores com maior valor de mercado.

  1. Jadon Sancho (Borussia Dortmund) – 117 milhões de euros
  2. Leroy Sané (Bayern de Munique) – 80 milhões de euros
  3. Joshua Kimmich (Bayern de Munique) – 75 milhões de euros
  4. Serge Gnabry (Bayern de Munique) – 72 milhões de euros
  5. Erling Haaland (Borussia Dortmund) – 72 milhões de euros
  6. David Alaba (Bayern de Munique) – 65 milhões de euros
  7. Alphonso Davies (Bayern de Munique) – 60 milhões de euros
  8. Robert Lewandowski (Bayern de Munique) – 56 milhões de euros
  9. Lucas Hernández (Bayern de Munique) – 56 milhões de euros
  10. Leon Goretzka (Bayern de Munique) – 50 milhões de euros

Sané > Arminia Bielefeld 😅

O Bayern de Munique pagou 49 milhões de euros para tirar Leroy Sané do Manchester City, para desespero de Pep Guardiola.

Com a quantia, daria para comprar todo o elenco do recém-promovido Arminia Bielefeld (34 milhões de euros) e ainda sobrariam 15 milhões.

Levando em conta apenas o valor de mercado (80 milhões de euros), o atacante alemão supera todo o elenco do Stuttgart, que vale 73,7 milhões de euros.


Maiores valorizações 📈

Destaque do Bayern, Alphonso Davies se valorizou 140% desde a última temporada e teve o maior aumento de valor de mercado em euros.

O lateral-esquerdo agora vale 60 milhões de euros, 35 milhões a mais que 2019/20.

O cometa Erling Haaland teve a segunda maior valorização em euros (27 milhões) e agora vale 72 milhões de euros, 60% a mais que na última temporada.

Zagueiro do Bayer Leverkusen, Edmond Tapsoba fecha o top-3, com 17 milhões de euros a mais que 2019/20.

Agora o jogador de Burkina Faso vale 22 milhões de euros, uma valorização absurda de 388,9%.


Maiores flops 📉

A pandemia de coronavírus puxou para baixo os valores de jogadores. Sané, por exemplo, desvalorizou-se 20% e pisou na Alemanha valendo 20 milhões de euros a menos que na última temporada.

Autor do gol do título da Champions League do Bayern, Kingsley Coman também perdeu 20 milhões de euros e agora vale 40 milhões, 20% a menos que em 2019/20.

Marcos Reus, do Borussia Dortmund, fecha o top-3 de maiores desvalorizações em euros, com 15 milhões a menos, e agora vale 25 milhões, 37,5% a menos que na última temporada.


Foto de destaque: Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images