Olimpia assegura liderança no Grupo H massacrando o Melgar | OneFootball

Icon: Jogada10

Jogada10

·28 de junho de 2023

Olimpia assegura liderança no Grupo H massacrando o Melgar

Imagem do artigo:Olimpia assegura liderança no Grupo H massacrando o Melgar

Com uma etapa inicial de aproveitamento excelente, o Olimpia goleou o Melgar por 4 a 1, pela Libertadores, na noite desta terça-feira (27). Com o marcador constituído no Estádio Manuel Ferreira, em Assunção, os paraguaios se firmaram na ponta do Grupo H, com 14 unidades. Enquanto isso, o clube de Arequipa, com quatro pontos, ficou de fora dos torneios continentais ao terminar na lanterna do grupo.

Antes mesmo de qualquer projeção, nos primeiros segundos de partida, Hugo Fernández foi derrubado dentro da grande área e o árbitro brasileiro Rafael Claus não hesitou em marcar penalidade para os anfitriões. Na batida, Alejandro Silva se valeu do seu estilo ‘saltitante’ para desconcertar o arqueiro Jorge Cabezudo e estufar as redes adversárias.


Vídeos OneFootball


Imagem do artigo:Olimpia assegura liderança no Grupo H massacrando o Melgar

Olimpia x Melgar – Daniel Duarte/AFP via Getty Images

Com notória superioridade, o Olimpia ia encurralando o time peruano que se limitava a resistir as ofensivas, algo que não conseguiu fazer por muito tempo antes do Decano chegar ao segundo gol, novamente de bola parada. Dessa vez em cobrança de falta, no lado esquerdo do ataque, Alejandro Silva trabalhou como garçom e mandou na cabeça de Guillermo Paiva que escorou e tirou totalmente Cabezudo do lance. 2 a 0 Olimpia com apenas nove minutos de partida.

Aos 23 minutos, veio o terceiro tento da equipe paraguaia onde houve também uma considerável colaboração por parte de Jorge Cabezudo. Depois de cruzamento vindo da esquerda, a bola veio na direção do 21 que não conseguiu evitar com que a pelota passasse embaixo de suas pernas para festa do torcedor que compareceu em excelente número ao Estádio Manuel Ferreira. Sete minutos depois, o Olimpia consolidou seu primeiro tempo dos sonhos quando Fernando Cardozo viu cruzamento rasteiro vir em sua direção para o camisa 14 dominar e bater de perna esquerda para fazer o quarto dos paraguaios.

Como era de se esperar, a larga dianteira aberta pelo Decano na primeira parte fez com que o ritmo ofensivo dos anfitriões acabasse reduzindo nitidamente. Algo que, por sua vez, abriu certo espaço para a representação peruana aventar a chance de reabilitação. Chance essa que se tornou um pouco mais próxima aos nove minutos quando, em bola espirrada na zaga olimpista, Tomás Martínez girou em cima da marcação e bateu de perna esquerda para superar Gastón Olveira.

Apesar da situação que poderia favorecer o Melgar, rapidamente o clube radicado na cidade de Assunção reassumiu a ideia de jogo baseada nas transições e, ao menos igualando o ritmo implementado pelo Melgar, conseguiu administrar o marcador até o fim no Estádio Manuel Ferreira.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Saiba mais sobre o veículo