O que falta para o Grêmio fazer parte da Libra? | OneFootball

O que falta para o Grêmio fazer parte da Libra?

Logo: Portal do Gremista

Portal do Gremista

Um dos assuntos mais falados nas últimas semanas é sobre a Libra, uma nova liga de clubes do Brasil. No início deste mês, representantes dos 40 clubes que disputam as Séries A e B do Campeonato Brasileiro se reuniram em um hotel, em São Paulo, para assinar um documento que daria seguimento à criação da aliança. No entanto, a reunião passada acabou não chegando em um acordo, já que somente oito clubes assinaram a favor: Corinthians, Palmeiras, Bragantino, Santos, São Paulo, Flamengo, Cruzeiro e Ponte Preta.

Saiba o que falta para o Grêmio fazer parte da Libra

- Publicidade -

Em contraproposta, uma carta foi encabeçada pelo Athletico Paranaense e enviada na última semana. A reivindicação que consta na carta, assinada por 23 clubes, impõe que a divisão da renda total seja modificada em suas proporções, ficando em 50% igualitário, 25% por audiência e 25% por premiação. Entre os clubes integrantes da carta, 10 são clubes da Série A (América-MG, Atlético-GO, Athletico-PR, Avaí, Ceará, Coritiba, Cuiabá, Fortaleza, Goiás e Juventude), todos membros do “Forte Futebol”.

O Grêmio anunciou que vai aderir à Libra, mas que pretende discutir sobre divisões de receitas e outras questões contratuais. O Tricolor ainda precisa da autorização do Conselho Deliberativo para concretizar a situação.

Diante disso, o presidente Romildo Bolzan disse que o clube não participa de nenhum grupo e que decidiu encaminhar o tema auxiliando todos a irem para lá em bloco. Inclusive, o clube soltou uma nota oficial sobre a adesão na Liga:

“O Grêmio comunica, após realizar os devidos ritos de debates internos, a intenção de aderir à Liga do Futebol Brasileiro (Libra).  Para que tal propósito se concretize, o Clube ainda sugerirá nos debates posteriores que sejam obedecidas as seguintes pautas: maior justiça na distribuição dos recursos; eliminação de decisões por unanimidade; aperfeiçoamento do critério de distribuição por engajamento; gatilhos que obstruam diferenças predatórias de ganhos nos resultados econômicos com fim do critério de média e preservação de governança autônoma e independente.  .

Enfim, gostou da notícia?

Então, se inscreva no YouTube e nos siga em nossas redes sociais como o TikTok, Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo