O que esperar do Real Madrid nesta nova temporada europeia? | OneFootball

O que esperar do Real Madrid nesta nova temporada europeia?

Logo: Stats Perform

Stats Perform

O Real Madrid fez sua estreia na pré-temporada com uma derrota para o Rangers, da Escócia. E, apesar de não ter ido com um time 100% titular, já deu alguns vislumbres do que o torcedor pode esperar para esta temporada, agora sob comando de Carlo Ancelotti.

E se a pré-temporada é vista por muitos como um momento de encaixar as peças com jogos mais tranquilos, o Real não teve isso contra os escoceses. O Rangers venceu por 2 a 1, tendo pressionado o time merengue desde o começo do jogo, apesar dos espanhóis terem aberto o placar, com Rodrygo. E o resultado poderia ter sido ainda mais elástico se não fosse o goleiro dos Blancos Andriy Lunin, de apenas 22 anos, que salvou seu time.

No aspecto puramente esportivo, se viu um Real ainda em construção e com jogadores que já foram lendas, mas hoje sentem o peso da camisa branca - dois exemplos neste caso são Marcelo e Isco. Ancelotti parece ter decidido investir na dupla, que não parece estar na mesma sintonia do novo treinador.

O lado mais jovem também não começou com o pé direito. Antonio Blanco e Víctor Chust não jogaram bem e já foram criticados pela torcida após a derrota no amistoso. O ponto positivo foi Míguel Gutiérrez, que entrou no jogo muito conectado e deu amostras do seu grande potencial. O problema? Se Marcelo ficar, com Mendy como titular e com Alaba podendo atuar de lateral-esquerdo, parece que o futuro do plantel nesta temporada está longe de ser o titular.

Mas as dúvidas vão além das quatro linhas. Em termos de contratações, as coisas não parecem estar muito melhores. Chegou Alaba, um grande jogador, que no início deve atuar como zagueiro, mas que pode jogar em várias posições se o roteiro assim o exigir. Por outro lado, porém, Sergio Ramos, uma lenda do clube, se transferiu ao PSG, e pode ser seguido pelo companheiro de defesa Varane, que, ao que tudo indica, está a caminho do Manchester United. Assim, o Real Madrid fica com Nacho, Militão e o próprio Alaba como zagueiros e se olharmos para a temporada passada, o número fica aquém e faltam mais uma garantia. No meio-campo, Modric, Kroos e Casemiro não podem ter uma temporada como a anterior, em que jogaram praticamente de tudo. Veremos o peso de Odegaard ou Ceballos na equipe.

E finalmente, a linha de frente. Tendo Benzema como ponto de referência claro, o peso atacante da equipe é exclusivamente seu. Vinicius, Rodrygo ou Jovic terão que se apresentar ou marcar gols será mais uma vez mais uma das fraquezas da equipe. É necessário alguém que possa acompanhar o magnífico camisa 9, que carrega a equipe nas costas desde a saída de Cristiano Ronaldo. Mbappé? Teremos que esperar até 1 de setembro.