O Palermo segue em frente sua reconstrução e, com uma linda festa no estádio, conquista o acesso à Serie B via playoffs | OneFootball

O Palermo segue em frente sua reconstrução e, com uma linda festa no estádio, conquista o acesso à Serie B via playoffs

Logo: Trivela

Trivela

A segunda divisão do Campeonato Italiano ganhará um pouco mais em tradição na próxima temporada. O Palermo se tornou o quarto e último time a confirmar o acesso para a Serie B 2022/23. Os rosaneri atravessam um período de reconstrução após falirem e alcançam a segunda promoção em três anos. A equipe subiu na Serie D de 2019/20 e, agora, pega o elevador na Serie C graças aos mastodônticos playoffs. Na decisão, os sicilianos encararam o Padova. Venceram a ida fora de casa por 1 a 0 e, neste domingo, ganharam também a volta por 1 a 0. O clima fantástico proporcionado pela torcida no Estádio Renzo Barbera valoriza ainda mais o feito do clube, dono de 29 aparições na primeira divisão.

O Palermo estava na Serie B quando iniciou seu processo falimentar em 2019. Seria a primeira passagem do clube pela quarta divisão, mas a subida veio com tranquilidade, de imediato. Já em 2020/21, os rosaneri não tiveram o mesmo sucesso na Serie C. Terminaram na sétima colocação de seu grupo regional e sucumbiram diante do Avellino nas fases classificatórias dos playoffs. O recomeço em 2021/22, todavia, apresentou uma equipe amadurecida e que também cresceu na reta final da temporada.

O Palermo terminou na terceira colocação de seu grupo regional, nove pontos atrás do Bari – que conquistou o acesso direto ao lado de Modena e Südtirol. Os rosaneri entrariam nas fases mais avançadas dos playoffs graças à boa posição. A partir de então, começaram a demolir seus adversários nos mata-matas. Passaram por Triestina, Virtus Entella e Feralpisalò sem uma derrota sequer. A decisão teria outra equipe tradicional pela frente, com o Padova. O clima positivo já tinha se instaurado na Sicília, com belíssimas festas da torcida para empurrar a equipe em sua missão.

A vitória por 1 a 0 fora de casa contra o Padova tranquilizava a situação na ida. Roberto Floriano marcou o gol logo aos dez minutos e deixava o Palermo a um empate do acesso no Renzo Barbera. A torcida lotou as arquibancadas neste domingo e pôde festejar mais um triunfo por 1 a 0. O gol da conquista, de pênalti, foi marcado por Matteo Luigi Brunori, brasileiro de nascimento. O atacante é natural de Macaé, mas se mudou à Itália com um ano para viver com os avós e fez toda a sua carreira no país. Agora, vira herói de um clube tão tradicional. Durante o segundo tempo, o Padova teve dois expulsos, entre eles o também brasileiro Ronaldo, capitão dos biancorrossi.

O Palermo é dirigido por Silvio Baldini, treinador experiente que já dirigiu Empoli, Parma, Lecce e Catania na Serie A. Também já tinha comandado o Palermo em parte da campanha do acesso em 2003/04, numa época que antecedeu bons papéis dos rosaneri na Serie A. Já em campo, o zagueiro Andrea Accardi é o único remanescente dos tempos em que o time estava na elite, mas permanece na reserva. O grande destaque foi exatamente Matteo Luigi Brunori, autor de 25 gols na campanha.

O próximo passo do Palermo é se restabelecer na Serie B e se estabilizar financeiramente para buscar investimentos maiores. De qualquer maneira, o drama maior passa e a torcida tem motivos para criar esperança de dias mais dignos. A paixão que sustenta os rosaneri é evidente e isso se prova em grande estilo, pela forma como a massa abraçou a equipe nos momentos decisivos.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo