Novo Corinthians tem teste de fogo contra o Flamengo em Itaquera

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: Novo Corinthians tem teste de fogo contra o Flamengo em Itaquera

Vagner Mancini vai estrear no comando do Corinthians dentro da Neo Química Arena neste domingo, contra o Flamengo. Na última quarta-feira, no primeiro desafio com a nova comissão técnica, o Timão teve escalação e formação diferente em campo, e assim conseguiu vencer o Athletico-PR depois de cinco rodadas de jejum.

O desafio agora é contra um dos líderes. A partir das 16 horas (horário de Brasília), este “novo Corinthians” terá uma verdadeira “prova de fogo” nesta 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ramiro e Bruno Méndez, suspensos, estão fora. Jô, machucado, também não será relacionado. Em compensação, Otero e Cantillo voltam de suas seleções, além de Cássio, que cumpriu suspensão na última quarta-feira. Entre as novidades, Boselli deve ser titular após oito meses.

“A importância da vitória de domingo é para confirmar aquilo que fizemos na quarta. Jogo muito igual, conseguimos uma grande vitória, com um a menos, no último minuto, isso nos dá confiança de que esse é o caminho. Sabemos da importância da vitória não só pela confiança, mas pelos três pontos, que vai nos deixar uma posição melhor”, comentou Fagner.

Do lado do Flamengo, Rodrigo Caio e Arrascaeta estão vetados pelo departamento médico. Everton Ribeiro é dúvida também por causa de um incômodo.

Na quarta-feira, o rubro-negro jogará pela Libertadores da América e, por isso, há preocupação especial com os principais atletas.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X FLAMENGO

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data: 18 de outubro de 2020, domingo
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
VAR: Wagner Reway (PB)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Marllon e Lucas Piton; Xavier, Éderson e Camacho (Cantillo); Léo Natel, Mateus Vital e Boselli. Técnico: Dyego Coelho

FLAMENGO: Hugo, Isla, Thuler, Leó Pereira e Renê; Willian Arão, Thiago Maia, Gerson e Diego; Lincoln (Bruno Henrique) e Pedro
Técnico: Domènec Torrent