Novo atacante do Atlético fala sobre a receptividade do grupo de jogadores e a vontade de fazer sucesso no clube | OneFootball

Novo atacante do Atlético fala sobre a receptividade do grupo de jogadores e a vontade de fazer sucesso no clube

Logo: Deus me Dibre

Deus me Dibre

FOTO: PEDRO SOUZA / ATLÉTICO

O Atlético apresentou hoje pela manhã, na Cidade do Galo, mais um reforço para a temporada 2022, o atacante Fábio Gomes. O jogador, de 24 anos, que disputou a última temporada pelo New York Red Bulls, assinou contrato com o Galo até o final de 2025.

Em sua primeira entrevista como jogador do Atlético, Fábio falou sobre a alegria em poder vestir a camisa do Galo.

É muito gratificante vestir essa camisa. Quando eu tive essa proposta, eu não pensei duas vezes. É uma camisa linda, sei da responsabilidade que ela tem. É a atual campeã do Brasileiro, da Copa do Brasil. Estou muito feliz.

O atacante sabe que vai enfrentar uma concorrência muito grande no ataque atleticano, mas promete trabalhar bastante para buscar um lugar no time.

Sei que vou ter que trabalhar bastante. Tem muitos jogadores bons aqui. Tenho que ter o pezinho no chão, sei que tenho que trabalhar bastante.

Fabio destacou, as suas principais caraterísticas e a maneira que prefere jogar.

Sou um jogador referência, por causa da minha estatura. Gosto de jogar dentro da área e espero fazer bastante gols. A minha qualidade maior, é a minha velocidade. Eu sou um cara alto, mas também sou muito rápido.

Sobre a primeira semana no Atlético, Fábio fez questão de destacar a receptividade do grupo de jogadores com ele e elogiou também o tratamento recebido pelo técnico El Turco.

O grupo é sensacional, não tenho nem o que falar. Me receberam muito bem. Quando você chega num time, e eles te recebem muito bem, as coisas vão fluindo naturalmente. O El Turco, o professor, o Mister, conversa muito, ajuda bastante. Quando você chega num clube, como o Atlético, você fica um pouco mais leve. Seu futebol vai aparecendo naturalmente. E eu espero, que eu venha fazer bastante sucesso aqui.

Fábio irá vestir a camisa 9, que tem muita tradição na história do Atlético, ele ressaltou, que sabe da responsabilidade de vestir essa camisa, deixou bem claro que não chega ao Galo para substituir Diego Costa e sim, para alcançar o seu próprio espaço.

Eu não vim substituir o Diego Costa. Eu vim para ser um jogador, um cara de grupo. Sei que a camisa 9, é uma camisa que pesa. É uma camisa que você tem total responsabilidade. Mas, eu sempre gostei da número 9, sempre joguei com a 9. E eu me sinto muito bem com a número 9. Sobre o Diego Costa, é um jogador incrível, não tem não o que falar, ganhou tudo. Eu vim aqui para sim, para fazer o meu nome, para ajudar a minha equipe, e dar alegria para a torcida.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo