Nei, ex-lateral do Inter, recorda derrota traumática para o Mazembe | OneFootball

Nei, ex-lateral do Inter, recorda derrota traumática para o Mazembe

Logo: OneFootball

OneFootball

Nathalia Araújo

A eliminação do Internacional na semifinal do Mundial de Clubes em 2010 se classifica como uma das derrotas mais traumáticas da história do clube.

O lateral-direito Nei foi um dos jogadores que viveu esse momento dentro de campo e, em entrevista ao Torcedores.com, relembrou como o Mazembe protagonizou uma enorme zebra ao derrotar os gaúchos por 2 x 0.

Seis meses antes deste jogo, o Inter fora campeão da Libertadores, sobre o Chivas, e chegava como o grande favorito para o confronto. Nos gramados, o que se viu foi outra coisa.

Se estivéssemos jogando contra o Mazembe até hoje, não iríamos ganhar o jogo. Iria ficar igual.

Para Nei não houve nenhum tipo de falha na preparação e o resultado ainda estaria o mesmo se as duas equipes seguissem jogando.

“Nós fomos muito focados e pensando em trazer o título. Só que as vezes as coisas fogem do nosso controle e foi o que aconteceu. Se estivéssemos jogando contra o Mazembe até hoje, não iríamos ganhar o jogo. Iria ficar igual.”

“Mas não teve falha na preparação e não teve soberba, como escutei de muitas pessoas. Teve a felicidade deles de se organizarem e neutralizarem nossos pontos fortes, e um dia ruim da nossa equipe. Aconteceu na hora errada e no dia errado. Mérito deles”, comentou.

A derrota do Internacional foi a primeira eliminação de um time sul-americano ainda na semifinal do novo formato do Mundial de Clubes.

“O nosso time era muito qualificado. Todo mundo achava que a nossa vitória estava garantida e que a final seria Inter x Inter de Milão. Naquela época eu também respondi muito sobre essa possível final. Mas infelizmente o futebol não é como todo mundo pensa e que acha que é fácil. Não é entrar, chutar e fazer o gol”, declarou Nei.