Na Sul-Americana, Vasco só pega São Paulo e grandes argentinos se for para final

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: Na Sul-Americana, Vasco só pega São Paulo e grandes argentinos se for para final

Em sorteio realizado nesta sexta-feira, foi definido que o Vasco enfrenta o Caracas na segunda fase da Copa Sul-Americana. As equipes teoricamente mais fortes na disputa ficaram do outro lado do chaveamento. Foram os casos do São Paulo e dos argentinos Independiente e Vélez Sarsfield.

O jogo de ida será na próxima terça-feira, em São Januário, e a volta uma semana depois, na Venezuela.

Se avançar para as oitavas de final, o Cruzmaltino enfrentará o vencedor do duelo entre Sportivo Luqueño-PAR e Defensa y Justicia-ARG.

Após a eliminação na Copa do Brasil, a competição continental se tornou fundamental para as finanças do clube. Com a queda de rendimento no Brasileirão, onde o time foi da liderança à beira da zona de rebaixamento, as perspectivas de uma classificação que renda um valor mais significativo em premiação não são boas.

Além disso, o prêmio do Brasileiro é concedido de acordo com a classificação final. No mata-mata da Conmebol, assim como na Copa do Brasil, a cada fase o clube recebe uma quantia correspondente.

O confronto diante do Caracas assume um caráter fundamental para o futuro do clube na temporada. O técnico Ricardo Sá Pinto estreou no comando da equipe com uma derrota para o Corinthians na última quarta-feira, em São Januário.

Com o adiamento da partida contra o São Paulo pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador português ganhou uns dias a mais para preparar a equipe para o duelo contra o Caracas. Uma boa vitória em casa servirá não só para encaminhar a classificação como para trazer a tranquilidade que tem faltado no Cruzmaltino.