Na reta final, Coritiba arranca empate com o Ceará pelo Brasileirão | OneFootball

Icon: Jogada10

Jogada10

·05 de junho de 2022

Na reta final, Coritiba arranca empate com o Ceará pelo Brasileirão

Imagem do artigo:Na reta final, Coritiba arranca empate com o Ceará pelo Brasileirão

Tudo igual na Arena Castelão. Neste sábado, Ceará e Coritiba empataram por 1 a 1, em Fortaleza, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Stiven Mendoza abriu o placar para o time da casa, mas, já na reta final, Adrián Martínez deu números finais ao jogo. Com o resultado, o Vozão deixa o Z4 e sobe para a 15ª colocação, com dez pontos. Já o Coxa aparece em quarto, com 14 pontos conquistados.

Agora, o Ceará volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h, para enfrentar o América-MG no Independência. Já o Coritiba recebe o São Paulo no Couto Pereira, às 20h, na quinta-feira. Ambas as partidas são válidas pela décima rodada do Brasileirão.

Imagem do artigo:Na reta final, Coritiba arranca empate com o Ceará pelo Brasileirão

Partida aconteceu na Arena Castelão – Felipe Dalke/Coritiba

SUSTO

Logo aos 11 minutos do primeiro tempo, o Ceará criou a grande primeira jogada da partida. Erick enfiou boa bola para Mendoza, que foi derrubado dentro da área. Inicialmente, a arbitragem assinalou o pênalti, mas o bandeira assinalou o impedimento. O VAR revisou o lance e confirmou que o atacante estava um pouco à frente.

RESPOSTA

O Coritiba não se abateu com o susto e respondeu o Ceará. Aos 14 minutos, Nathan tocou para Fabrício Bruno, que, da entrada da área, limpou a marcação e bateu forte. O goleiro se esticou todo e mandou a bola para escanteio.

CEARÁ CRESCE E MARCA

No entanto, fora o bom chute de Fabrício Bruno, o Coritiba não assustou tanto o Ceará. O Vozão, por sua vez, começou a ter domínio da partida e logo abriu o placar. Aos 36 minutos, Bruno Pacheco deu um ótimo lançamento para Mendoza, que ganhou de Henrique no drible de corpo ainda no campo de defesa, avançou ao campo de ataque, invadiu a área e bateu forte para estufar as redes do Coxa.

Imagem do artigo:Na reta final, Coritiba arranca empate com o Ceará pelo Brasileirão

Um ponto para cada lado na Arena Castelão – Stephan Eilert/Ceará SC

NA TRAVE

O Coritiba não fez um bom segundo tempo, mas passou muito perto do empate. Aos 12 minutos, Igor Paixão recebeu bom passe de Alef Manga pelo lado esquerdo do campo de ataque. Assim, o atacante encarou a marcação, limpou para o pé direito e finalizou forte. O goleiro acreditou que a bola sairia em tiro de meta, mas ela bateu na trave. Na trave, João Ricardo estava esperto e ficou com a posse.

QUEM NÃO FAZ, LEVA

Após a finalização de Igor Paixão, o Coritiba não conseguiu criar mais oportunidades tão claras de gol, e o Ceará voltou a crescer na partida. Entretanto, o Vozão não conseguiu matar o jogo e a máxima do futebol “quem não faz, leva” se fez presente na Arena Castelão.

Depois de lançamento para o campo de ataque, Alef Manga ajeita para Adrián Martínez, que contou com um deslize do zagueiro Messias, para ficar cara a cara com João Ricardo e garantir o empate do Coxa.

Praticamente no lance seguinte a virada quase aconteceu. Dentro da área, Alef Manga cortou a marcação do Ceará e bateu forte no ângulo, mas o zagueiro Messias apareceu para salvar em cima da linha de cabeça.

CEARÁ x CORITIBA

Nona rodada da Série A do Brasileiro Data e horário: 04/06/2022, às 19h Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE) CEARÁ: João Ricardo; Michel (Nino Paraíba, aos 15′ do 2ºT), Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco (Victor Luís, 34′ do 2ºT); Richard Coelho (João Victor, aos 42′ do 2ºT), Rodrigo Lindoso e Vina; Mendoza, Erick (Fernando Sobral, aos 15′ do 2ºT) e Cléber (Matheus Peixoto, aos 15′ do 2ºT). Técnico: Dorival Júnior. CORITIBA: Alex Muralha; Nathan (Natanael, aos 24′ do 2ºT), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias (Val, aos 28′ do 1ºT), Bernardo (Robinho, aos 24′ do 2ºT) e Thonny Anderson (Clayton, aos 24′ do 2ºT); Adrián Martínez, Igor Paixão e Fabrício Bruno (Alef Manga, aos 10′ do 2ºT). Técnico: Gustavo Morínigo. Gols: Mendoza, aos 36′ do 1ºT (1-0) Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA/SP) Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP) Quarto árbitro: Antonio Magno Lima Cordeiro (CE) VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN) Cartões Amarelos: Rodrigo Lindoso (CEA) Nathan, Willian Farias e Bernardo (CFC) Cartão Vermelho:

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Saiba mais sobre o veículo