MP não aceita reabrir caso sobre venda de Neymar e Santos deixa de receber quantia milionária | OneFootball

MP não aceita reabrir caso sobre venda de Neymar e Santos deixa de receber quantia milionária

Logo: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

Mais uma vez, o jurídico do Santos tentou reabrir a ação contra o PSG, sobre o pagamento do percentual de Mecanismo de Solidariedade, referente à compra do atacante Neymar em 2017, onde o Santos teria 5% por ser clube formador do atleta, e a cada transferência, o clube receberia.

Na gestão do ex-presidente Modesto Roma Júnior, foi contratado a empresa Quantum Solutions, para conseguir o recebimento do valor e posteriormente em 2020, já na gestão de José Carlos Peres, o Santos novamente foi à justiça cobrando R$ 2,5 milhões, que foram bloqueados, sob a alegação que não seria necessário a intermediação de uma empresa terceirizada por valor definido em contrato. Em ambas ocasiões, os processos foram arquivados, dando ganho de causa ao PSG.

Agora, o jurídico do Santos novamente tentou reabrir o processo, mas sem sucesso, mesmo apresentando novos conteúdos que provassem o direito em receber os percentuais reclamados, além de compensação financeira pelo tempo decorrido. Novamente, o Ministério Público não acatou a solicitação, afirmando que as provas não seriam suficientes para que o processo fosse reaberto. Com o terceiro arquivamento, o Santos não poderá receber o que julga ser de direito.

(Foto: Getty Images)

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo