Motivos por trás da transferência para o Chelsea e desejo de ser mais ativo no vestiário: Todas as palavras de Raheem Sterling em sua primeira coletiva como jogador do Chelsea | OneFootball

Motivos por trás da transferência para o Chelsea e desejo de ser mais ativo no vestiário: Todas as palavras de Raheem Sterling em sua primeira coletiva como jogador do Chelsea

Logo: Chelsea Fans Brasil

Chelsea Fans Brasil

Raheem Sterling concedeu nesta quinta-feira (11) uma entrevista coletiva em Cobham. Falando pela primeira vez com jornalistas como um jogador do Chelsea, o atacante inglês revelou os motivos por trás da sua transferência para o Chelsea.

“A mudança surgiu, é claro, como qualquer coisa. Como pessoa, você sempre se esforça para alcançar coisas. Senti que meu tempo de jogo no City estava ficando limitado por diferentes razões, e eu não podia perder mais tempo. Quando olho para trás, nunca quis olhar para trás e ver uma ascensão, então um declínio. Então, meu sentimento era que eu precisava me manter no mesmo nível, e um novo desafio era necessário.”“Desde os 17 anos, sou titular regular, e chegar ao auge da minha carreira, não jogar regularmente era algo que eu não aceitaria. Minha personalidade é tentar lutar e mudar o cenário, mas não aconteceu, e foi isso.”

Sterling também falou sobre a escolha do Chelsea como seu novo clube para este momento da sua carreira, após ter conquistado quase todos os títulos possíveis vestindo a camisa do Manchester City.

“Com as poucas outras opções que eu tinha, esta foi mais sob medida para meus objetivos pessoais. Para minha família, faz muito sentido, e com a direção que o clube está tomando. Se você olhar para o Chelsea nos últimos dois anos, eu acho que são quatro das cinco finais que eles estiveram. É uma equipe que está competindo e só vai melhorar. Então, para mim, com a nova propriedade e aquisição, fez muito sentido.”“Eu sinto que é a minha jornada completa. Indo para Liverpool e manifestando o que eu queria, indo para o City e vivendo o sonho, e agora voltando para Londres como um adulto, estando no jogo de futebol, e eu sinto que eu tenho a minha cabeça nos meus ombros. Sei exatamente o que eu sei da minha vida e do futebol. Então é o momento perfeito para ter um novo desafio.”“Claro que, com o tempo que passei no City, havia muitas lembranças e momentos principais. Mas o ano e um pouco que eu estava fora da equipe me ensinou muito sobre mim mesmo e me fez valorizar um monte de coisas e tentar colocá-las em ordem. Muitas coisas acontecem por uma razão, e eu mantive essa mentalidade. Foi difícil, meus filhos estudaram lá, e meu filho está sentindo falta dos amigos. Mas na vida, você tem que tomar decisões que são melhores para você e para sua família.”

Raheem Sterling é um jogador versátil e tem atuado diversas vezes nos últimos anos como um “falso 9”. Ele comentou sobre a sua posição preferia e papel a desempenhar no Chelsea.

“Como todos sabem, minha posição é principalmente como ponta, mas algumas vezes, eu gosto de flutuar e entrar na área. Eu sempre me julgo sobre o quão eficaz eu sou no jogo. Então depende de onde eu vou ser mais eficaz. Contra o Everton, joguei como um falso nove, e sempre serei feliz onde posso ser efetivo e ajudar a equipe.”

No final de semana o Chelsea tem o Tottenham em Stamford Bridge como adversário e Sterling foi breve em comentar sobre o rival direto na Premier League.

“É um primeiro par de jogos difíceis, e acho que podemos nos testar com certeza e nos colocar em um bom lugar para a temporada.”

A pré-temporada do Chelsea trouxe mais preocupações do que motivação para torcedores e elenco, mas Raheem Sterling tratou de mostrar seu ponto de vista, afirmando que os resultados de amistosos não impactam no restante da temporada.

CHARLOTTE, NORTH CAROLINA – JULY 20: Raheem Sterling of Chelsea runs with the ball during the Pre-Season Friendly match between Chelsea FC and Charlotte FC at Bank of America Stadium on July 20, 2022 in Charlotte, North Carolina. (Photo by Jacob Kupferman/Getty Images)

“A pré-temporada foi de altos e baixos em termos de resultados e o que o treinador queria. Mas a pré-temporada não é real. Tentamos construir sobre isso, e você pode ver pelo curto tempo que estamos de volta em Cobham, que a energia e unidade da equipe é o que vocês ouvem falar. Você pode sentir isso antes dos jogos, e eu estou realmente otimista por estar no prédio, ver como os caras trabalham, e como o treinador é apaixonado.”

Callum Hudson-Odoi foi um dos jogadores ingleses a falar da importância de Raheem Sterling para os jogadores jovens do clube para as próximas temporadas. Ele comentou sobre o assunto e seu “novo” papel dentro e fora de campo como um exemplo para os jovens Blues.

“É uma das minhas características que não importa a idade, é bom tentar nutrir os jovens em qualquer profissão que seja. Você não quer um ambiente hostil para eles entrarem. Você quer que seja um que eles possam florescer. Quando eu era jovem, tinha alguém como Steven Gerrard ao meu redor. Quando entrei na seleção inglesa, ele estava com o braço em volta de mim, e isso te deixa muito mais relaxado no campo para que você possa fazer o seu melhor. Isso é tudo que eu tento fazer. Ter piadas e rir, mas ao mesmo tempo fazer o trabalho e se sentir confortável.”

Raheem Sterling também se mostrou bastante animado e otimista sobre o que pode conquistar vestindo a camisa do Chelsea nas próximas temporadas.

“Estou animado com a oportunidade. Me foi dada essa chance de vir e mostrar meus talentos, e é um, tendo crescido um pouco em termos de fora do campo e dentro do vestiário e ao redor do clube, é um lado em desenvolvimento de mim eu quero ver mais. Quero estar mais envolvido nas decisões do vestiário, ser mais vocal e tentar levar a equipe.”

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo