Morre Papa Bouba Diop, herói de Senegal em jogo histórico das Copas

Logo: OneFootball

OneFootball

Luiz Signor

Imagem do artigo: Morre Papa Bouba Diop, herói de Senegal em jogo histórico das Copas

Pape Bouba Diop entrou para a história de Senegal e das Copas do Mundo ao marcar o gol da vitória por 1 x 0 sobre a então campeã França no Mundial de 2002 – seguido de uma comemoração memorável. Ele morreu neste domingo (29), aos 42 anos.

Segundo alguns veículos de comunicação, Diop lutava contra uma grave doença há muitos anos.

Foram 11 gols em 63 partidas pela seleção senegalesa, que tinha sido vice-campeã da Copa Africana de Nações meses antes antes de aprontar no torneio disputado no Japão e na Coreia do Sul.

O gol marcado contra a França foi o primeiro daquele Mundial – decisivo para o fracasso de Zidane & Cia. na Ásia – e fundamental para a histórica classificação de Senegal, que jamais havia disputado uma Copa.

A seleção africana avançou às oitavas de final graças aos cinco pontos somados – ainda empatou com Dinamarca (1 x 1) e Uruguai (3 x 3), quando Diop marcou mais duas vezes.

Senegal passou pela Suécia na sequência e só parou contra a futura terceira colocada Turquia, que levou a melhor por 1 x 0 nas quartas.

O ex-meia foi revelado pelo ASC Diaraf, de Senegal. Defendeu Vevey, Neuchâtel Xamax e Grasshoppers, todos da Suíça, e estava no francês Lens na época da Copa de 2002. Ainda passou por Fulham, Portsmouth, AEK, West Ham e Birmingham.

Teve ótima passagem pelo Fulham e foi campeão da FA Cup com o Portsmouth em 2008. Se aposentou em 2013.


Foto: Patrick Hertzog/AFP via Getty Images