🏆 Milan sobra, goleia o Sassuolo e encerra jejum de títulos no Italiano | OneFootball

🏆 Milan sobra, goleia o Sassuolo e encerra jejum de títulos no Italiano

Logo: OneFootball

OneFootball

Luiz Signor

Acabou a longa e angustiante espera da torcida rossonera.

O Milan é, pela 19ª vez em sua história, campeão italiano.

O feito foi consumado após a vitória sobre o Sassuolo fora de casa por 3 x 0 neste domingo (22).

Com show de Rafael Leão no Mapei Stadium. Que pode ser considerado o grande nome do time de Pioli.

Título que fez Rubro-Negro alcançar o mesmo número de conquistas da rival Inter, que era a atual campeã.

E buscava a 20ª taça – para colocar mais uma estrela na camisa.

O Milan encerrou a Serie A com 86 pontos. Contra 84 de Lautaro Martínez & Cia.

Graças, por exemplo, a seis vitórias seguidas na reta final – levando apenas um gol.

🤩 Fazia tempo…

O último título do Milan tinha sido o de 2010/11 – também com a Inter vice-campeã.

A Juventus ganharia as nove edições seguintes a partir de 2011/12.

E o Rossoneri contava com algumas de suas maiores lendas: Nesta, Pirlo, Gattuso e Seedorf.

Os brasileiros Thiago Silva, Alexandre Pato e Robinho também estavam lá. Já Ronaldinho Gaúcho ficou até o começo de 2011, quando rumou para o Flamengo.

O ataque ainda tinha Ibrahimovic, que dividiu a artilharia do Milan com Robinho e Pato – todos com 14 gols.

E volta a ser campeão com o clube após 11 anos.

Cassano e Pippo Inzaghi, já na reta final da carreira, eram outras das opções de Massimiliano Allegri para o ataque. Ambrosini era o capitão.

Avassalador no 1º tempo 🔥

Consigli começou a trabalhar cedo – e fez pelo menos três grandes defesas.

Mas Rafael Leão, o CARA da Serie A 21/22, deixou Giroud na boa para abrir o placar aos 17 minutos.

O segundo (aos 32) foi consequência do domínio milanista. E novamente na dobradinha Leão-Giroud, com o francês chegando aos 11 gols na competição.

Ainda houve tempo para ele, Leão, servir Kessié – que está se despedindo do Milan – fazer o 3 x 0.

Vitória parcial mais do que justa do Milan, que acertou o gol rival 11 vezes. Contra nenhuma de um Sassuolo irreconhecível.

O Milan continuou melhor após o intervalo. Até marcou com Ibra, mas Leão estava impedido.

A festa foi começando restando cerca de dez minutos, com Pioli comandando a torcida.

E celebrando a primeira conquista de sua carreira de treinador.

😞 Vitória que não adiantou…

Audero, goleiro da Sampdoria, complicou a vida da Inter no primeiro tempo.

Foi por conta do seu desempenho que o time de Inzaghi foi para o intervalo sem gols. E lamentando o resultado paralelo.

Foram oito finalizações no gol da Samp. Que não deu trabalho para Handanovic.

Veio a etapa final e, com ela, uma Inter mais feliz nas conclusões.

O que garantiu três gols com apenas 12 minutos: dois com Correa e um com Perisic.

Despedida com goleada, mas sem o bicampeonato.


Foto de destaque: Chris Ricco/Getty Images