Messi + Guardiola: os planos do favorito a assumir a presidência do Barcelona

Logo: Stats Perform

Stats Perform

Imagem do artigo: Messi + Guardiola: os planos do favorito a assumir a presidência do Barcelona

Victor Font tem planos ambiciosos para o Barcelona caso seja eleito nas próximas eleições. Candidato com mais favoritismo ao pleito no Camp Nou quer reunir Lionel Messi e Pep Guardiola em seu (possível) mandato.

Hoje no Manchester City, Guardiola é visto por Font como uma peça-chave para manter o craque argentino no Barça. Na entrevista exclusiva à Goal, Messi deixou claro que sua inteção era deixar a Catalunha ainda nesta temporada.

O candidato ainda quer que outros grandes ídolos da história do clube, como Andres Iniesta, Carles Puyol e Xavi voltem para ter funções junto ao time. "Substituir a melhor geração que o mundo do futbol já viu, que acredito que tivemos na última década, é um grande desafio", disse Font ao Sky Sports.

"É a nossa inteção construir um projeto muito forte e competitivo e temos muita sorte no Barça por termos herdado um estilo de jogo que Johan Cruyff incutiu em toda a organização, e a maioria dos melhores profissionais que conhecem esse estilo também são fãs e amam o clube - como Pep Guardiola, Xavi, Iniesta, Puyol".

Foto: Getty Images

"Eles são todos lendas que amam o Barcelona, ​​mas não trabalham para o Barça hoje - precisamos trazê-los de volta para garantir que teremos um projeto muito competitivo", completou Font.

Pouco depois de Koeman (que também é uma lenda do clube) ser anunciado como treinador, Font já havia dito que tinha interesse em trazer Xavi para ser o treinador do time, afirmando que o contratar o holandês era um "projeto sem futuro".

O candidato se apega muito à ideia de que um projeto forte irá recolocar o Barcelona no topo do futebol europeu e mundial, e que tal projeto pode fazer Messi ficar no clube por mais tempo.

"A única coisa que Messi precisa é saber que faz parte de um projeto competitivo que aspira a ganhar a próxima Liga dos Campeões", disse Font. "Não temos dúvidas de que, se tivermos a honra de assumir o comando do Barcelona, ​​seremos capazes de conseguir isso [convencer Messi a permanecer no Camp Nou]".