Messi escapa de gancho pesado após primeiro cartão vermelho pelo Barcelona

Logo: MaisQueUmJogo - MQJ

MaisQueUmJogo - MQJ

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fmaisqueumjogo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F01%2Ftopshot-fbl-esp-super-cup-barcelona-athletic-scaled-e1610968127501.jpg&q=25&w=1080

O primeiro cartão vermelho de Messi com a camisa do Barcelona rendeu ao craque argentino dois jogos de suspensão. O astro corria o risco de levar um gancho de até 12 jogos. Porém, o Código Disciplina espanhol aplicou apenas duas partidas.

De acordo com o órgão, Messi foi enquadrado em ação “ocorrida de forma violenta”, descaracterizando como uma possível agressão, o que faria a pena ser maior.

O craque do Barcelona foi expulso na final da Supercopa da Espanha, contra o Athletic Bilbao. Ele atingiu o rosto de Asier Villalibre com o braço. Na súmula, o árbitro Gil Manzano relatou o lance como “golpe com força excessiva”.

O Barcelona anunciou que vai recorrer da pena imposta a Messi. O craque argentino pode perder os dois próximos compromissos do clube, quinta-feira, contra o Cornellà, pela Copa do Rei, e domingo, contra o Elche, pelo Campeonato Espanhol.

Primeira expulsão de Messi pelo Barcelona

O cartão vermelho na final da Supercopa, conquistada pelo Athletic, foi o primeiro da carreira de Messi com a camisa do Barcelona, após 753 jogos pelo clube catalão.

O craque soma outras duas expulsões pela seleção argentina. A primeira em 2005, em amistoso contra a Hungria, e depois em 2019, contra o Chile, na disputa de terceiro lugar da Copa América.