Mercado uruguaio: fique por dentro de todo o vaivém | OneFootball

Mercado uruguaio: fique por dentro de todo o vaivém

Logo: FNV Sports

FNV Sports

É de lei! Todo começo de ano é a hora em que equipes mundo afora recorrem ao mercado da bola em busca por reforços. Seja para o início ou o prosseguimento de suas respectivas temporadas. Por certo, no Uruguai não é diferente. Desse modo, nós do Futebol na Veia iremos abordar todas as transferências concretizadas até o momento. Não apenas abordaremos as contratações de jogadores, como também todo o vaivém entre os técnicos na terra de Cavani e Suárez.

NACIONAL (Campeão Uruguaio/Copa Libertadores)

Classificados para o Grupo F da Libertadores, junto a Racing-ARG, Alianza Lima-PER e Estudiantes-VEN, os Bolsilludos ainda estão tímidos na atual janela. Afinal a equipe sofreu mais baixas do que altas até o momento. Atletas como Gustavo Lorenzetti, Guillermo Cotugno e o brasileiro Felipe Carvalho deixaram o clube. Muitos deles não tiveram seus contratos renovados.  Enquanto apenas três reforços foram oficialmente apresentados pelos atuais campeões do Uruguai: Ayrton Cougo, Agustín González e Axel Muller. Outra alta, essa fora das quatro linhas, foi a do técnico Gustavo Múnua, que chegou após a renúncia de Alvaro Gutiérrez. Por fim, Gonzalo Bergessio, artilheiro do time em 2019, ficará para mais uma temporada.

ALTAS: Agustín González (Progreso), Axel Muller (Racing), Ayrton Cougo (Libertad-PAR) e o técnico Gustavo Múnua (Cartagena-ESP).

BAIXAS: Guillermo Cotugno (sem clube), Felipe Carvalho (Vålerenga-NOR), Alvaro Pereira (Estudiantes-ARG), Agustín Sant’ Anna (sem clube), Gustavo Lorenzetti (Universidad de Chile) e Mathías Cardacio (sem clube).

PEÑAROL (Vice-campeão/Copa Libertadores)

Diferentemente de seu arquirrval de toda a vida, os carboneros não estão medindo esforços para reforçar o plantel. A saber, a primeira contratação, das sete efetuadas até agora, foi a do técnico e ex-jogador Diego Forlán. O “dono da Jabulani” na Copa do Mundo de 2010, fará sua estreia na função de treinador. Dentre as novas aquisições feitas no mercado da bola, essas de jogadores, estão: Krisztián Vadócz, atleta húngaro e ex-companheiro de Forlán no Mumbai City-IND, Yeferson Quintana e Gonzalo Freitas. Em relação as baixas, os carboneros sofreram apenas uma, o jogador Rodrigo Rojo. Entretanto, sete importantes atletas do Peñarol estão em situação indefinida. Os contratos de Agustín Canobbio, Juan Izquierdo, Fabián Estoyanoff, Luis Acevedo, Lucas Viatri, Xisco Jiménez, Walter Gargano e Gastón Rodríguez venceram no dia 31 de dezembro de 2019 e estão disponíveis no mercado.

ALTAS: Juan Acosta (Cerro Largo), Krisztián Vadócz (Mumbai City-IND), Yeferson Quintana (Cerro Largo), Rodrigo Piñeiro (Rampla Juniors), Iván Cartés (Plaza Colonia), Mauro Brasil (Cerro), Gonzalo Freitas (Everton de Viña-CHI) e o técnico Diego Forlán.

BAIXA: Rodrigo Rojo (Defensor Sporting).

CERRO LARGO (3º lugar/Copa Libertadores)

Posto que Los Arachanes estão prestes a estreiar diante do Palestino-CHI na Copa Libertadores, a primeira de toda a história do clube, a alta cúpula do Cerro Largo foi ao mercado da bola em busca de reforços. E os dirigentes abriram os cofres, até o momento foram sete contratações sacramentadas. Dentre os principais nomes estão: Gonzalo Latorre, proveniente do Cruzeiro e Ruben Betancur, ambos uruguaios. Ao mesmo tempo, o técnico Danielo Nuñez, eleito o melhor do Campeonato Uruguaio de 2019, sacramentou sua permanência para a temporada que está por vir. Sobretudo, três destaques do plantel deixaram a equipe Arachan: Yeferson Quintana, Adolfo Lima e Jonathan Dos Santos.

ALTAS: Gonzalo Latorre (Cruzeiro), Ruben Bentancur (Deportes Quindío-COL), Santiago Merlo  (base do Nacional), Enzo Borges (Comerciantes Unidos-PER), Matías Tavares (Atenas-URU), Hamilton Pereira (Deportivo Maldonado-URU) e Ignacio Currais (Villa Teresa-URU).

BAIXAS:Yeferson Quintana (Peñarol), Sebastián Assis (sem clube), Bruno Teliz (Guayaquil City-EQU), Jonathan Dos Santos (Universitario-PER), Juan Acosta (Peñarol), Facundo RodríguezAdolfo Lima (Defensor Sporting).

PROGRESO (4º lugar/Copa Libertadores)

Em virtude de Los Gauchos del Pantanoso retornarem à Copa Libertadores após 30 anos de ausência, a equipe busca novos atletas no mercado para reforçar o plantel de 2019. Já que o debut do Progreso na Liberta será no próximo mês, a diretoria está fazendo grandes esforços na busca de jogadores. Até o fechamento do texto, sete futebolistas foram incorporados aos Gauchos do Uruguai. Os destaques ficam por conta de Santiago Gaspari e Joaquín Gottesman. No entanto, nem tudo são flores, pois 12 jogadores deixaram o Progreso na atual janela, dentre eles estão dois pilares do elenco treinado por Leonel Rocco: Gustavo Alles e Emanuel Gularte. Salvo que Rocco, o comandante, permanecerá no clube em 2020.

ALTAS: Facundo Peraza (Cerro), Nahuel Roldán (Cerro),  Ignacio Lemmo (Puerto Montt-CHI), Joaquín Gottesman (Atlético Huila-COL), Federico Laens (Deportes Melipilla-CHI), Santiago Gaspari (Rampla Juniors), Federico Platero (Criciúma).

BAIXAS: Rafael Melo (sem clube), Mauro Picerno (sem clube), Leandro Machado (sem clube), Federico Millacet (sem clube), Juan Martín Gonella (sem clube), Jorge Rodríguez (sem clube), Gustavo Alles (Deportivo Cuenca-EQU), Emanuel Gularte (Wanderers), Gonzalo Castillo (The Strongest), Emilio Zeballos (Defensor Sporting), Agustín González (Nacional) e Julián Lalinde (se aposentou).

DEFENSOR SPORTING (11º lugar)

Sem dúvida, a maior baixa da equipe Violeta foi o argentino Mariano Pavone, experiente atleta de 37 anos que acertou com o Quilmes-ARG. Além de Pavone, outros seis jogadores deixaram o Defensor Sporting, dentre eles estão: Hernán Menosse, Martin Rabuñal e Mauricio Gómez, autor de dois gols na vitória sobre o Nacional no Clausura. O técnico Ignacio Risso também deixou seu cargo, após a irregular campanha que culminou na 11ª colocação em 2019. Assim, o nome escolhido foi o de Alejandro Orfila, que estava no comando do Atlanta, clube da segunda divisão argentina. Decerto, as grandes contratações dos violetas ficaram por conta de Adolfo Lima e Alejandro González.

ALTAS: Alejandro González (Barcelona-EQU), Adolfo Lima (Cerro Largo), Rodrigo Rojo (Peñarol), Juan Albín (Rampla Juniors), Emilio Zeballos (Progreso), Renzo Rabino (Atenas-URU).

BAIXAS: Mariano Pavone (Quilmes-ARG), Mauricio Gómez (sem clube), Hernán Menosse (Deportivo Cali-COL), Martín Rabuñal (Juárez-MEX), Sebastián Fuentes (sem clube), Gastón Rodríguez (sem clube), Alejandro Villoldo (sem clube) e o técnico Alejandro Orfila (Atlanta-ARG).

DANUBIO (12º lugar)

Similarmente ao Defensor Sporting, seu principal rival no Uruguai, a equipe do Danubio fez uma campanha bem abaixo do esperado. Los de la Curva terminaram sua participação no Uruguaio em 12º lugar e fora das competições continentais. Dessa maneira, a diretoria do clube decidiu em demitir o técnico Mauricio Larriera do cargo contratar Martín Tato García, ex-treinador do Boston River. Mesmo após o plantel do Danubio mostrar grandes deficiências em 2019, ainda não foi efetuada nenhuma contratação no mercado da bola. Para piorar, Federico Cristóforo, Joaquín Silva, Sergio Felipe, Mauricio Victorino, Ernesto Goñi e Denis Olivera estão com seus contratos próximos ao vencimento. Em suma, o âmbito do Danubio em 2020 não é dos melhores.

ALTAS: Nenhuma.

BAIXAS: Nenhuma

BOSTON RIVER (9º lugar)

ALTAS: Sebastián Loco Abreu, que será treinador e jogador.

BAIXAS: Maximiliano Pérez e Bruno Foliados.

CERRO (15º lugar)

ALTAS: Nathaniel Revetria (técnico).

BAIXAS: Mauro Brasil, Nahuel Roldán, Facundo Peraza, Santiago Viera, Federico Alonso, Diego Casas, Felipe Klein, Gastón Hernández e Richard Pellejero (se aposentou).

FÉNIX (8º lugar/Copa Sul-Americana)

ALTAS: Ignacio Pallas e Andrés Barboza.

BAIXAS: Rodrigo Tavares, Maximiliano Pérez, Darío Denis, Brian Lugo, Bruno Montelongo, Alex Silva e Sebastián Gallegos.

LIVERPOOL (5º lugar/Copa Sul-Americana)

ALTAS: Román Cuello (técnico).

BAIXAS: Diego Guastavino, Pablo Caballero, Gonzalo Maulella, Christián Núñez, Martín González, Leonardo Pais, Clementino González e Bryan Olivera.

PLAZA COLONIA (6º lugar/Copa Sul-Americana)

ALTAS: Nenhuma.

BAIXAS: Marcelo Tabárez, Iván Cartes, Cecilio Waterman e Bidari Garcia.

RIVER PLATE (7º lugar/Copa Sul-Americana)

ALTAS: Nenhuma.

BAIXAS:Emanuel Hernández e Luis Urruti.

WANDERERS (10º lugar)

ALTAS: Mauricio Larriera (técnico) e Leonardo Pais.

BAIXAS: Maximiliano Araújo, Hernán Haller, Gonzalo Barreto, Axel Muller, Federico Barrandeguy, Matías Castro, Nicolás AlbarracínFrancisco Ginella.

TORQUE (campeão da segunda divisão)

ALTAS: Rodrigo De Olivera.

BAIXAS: Maicol Cabrera, William Klingender e Sergio Blanco.

DEPORTIVO MALDONADO (2º lugar na segunda divisão)

ALTAS: Nenhuma.

BAIXAS: Hamilton Pereira, Carlos Muela, Gastón Alvite, Walter Ibáñez, Bruno Moura, Maximiliano Lemos, Juan Moreira e Gustavo Pintos.

RENTISTAS (ganhou o play-off da segunda divisão)

ALTAS: Nenhuma.

BAIXAS: Nenhuma.

Foto destaque: (Uruguaio/Mercado da Bola)

Saiba mais sobre o veículo