Mercado na Itália: Juventus traz nomes de peso, Milan mantém base e Inter garante Lukaku | OneFootball

Mercado na Itália: Juventus traz nomes de peso, Milan mantém base e Inter garante Lukaku

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Os três principais clubes italianos foram às compras neste começo de temporada 2022/23 na Europa e trouxeram nomes importantes ao futebol do país. Em busca da recuperação de sua hegemonia, a Juventus apostou em nomes de peso com as chegadas de Ángel Di María e Paul Pogba. O Milan, atual campeão nacional, manteve a base e trouxe o promissor Charles De Ketelaere, enquanto a Inter de Milão conseguiu repatriar Lukaku.

Num geral, todos os três gigantes italianos conseguiram manter um equilíbrio de força com relação à temporada passada, sendo que a Juventus foi a que mais perdeu peças. Daqueles considerados importantes, a Juve viu cinco jogadores deixarem o clube. Na Inter foram três, enquanto no Milan dois atletas importantes para Stéfano Pioli acabaram trocando de clube.

Juventus:

Maior vencedora da história do Campeonato Italiano com 36 conquistas, a Juventus não garantiu a taça nas duas últimas temporadas. Aliás, no ano passado a equipe fechou o ano sem conquistar nenhum título. Por conta disso, a pressão começou a bater sobre o técnico Massimiliano Allegri e a diretoria do clube. Agindo rápido no mercado, a Juventus se aproveitou do final de contrato de alguns jogadores e conseguiu contratar Ángel Di María e Paul Pogba.

Os dois foram considerados os principais reforços do clube, que também teve a chegada do zagueiro brasileiro Bremer. No entanto, Pogba já sofreu uma lesão e precisará ficar um período afastado dos gramados, o que forçou a diretoria da Juventus a se manter no mercado em busca de um novo nome para o setor de meio campo. Saúl Ñínguez e Leandro Paredes já foram especulados no clube.

Enquanto isso, a Juventus também teve algumas saídas, inclusive de jogadores considerados importantes para o elenco. Dybala, Chielini, Matthijs De Ligt, Morata e Bernardeschi foram alguns dos que deixaram o clube. A grande perda para a Juventus foi no sistema defensivo, com a decisão de Matthijs De Ligt em reforçar o Bayern de Munique.

Milan:

O atual campeão italiano tem como objetivo se manter como o melhor clube da elite da Itália e, além disso, busca uma boa campanha na Liga dos Campeões. Mantendo a base vitoriosa da temporada passada, o Milan também trouxe alguns reforços, sendo o belga Charles De Ketelaere o principal deles. O jovem de 21 anos chega com boa referência após passagem pelo Club Brugge e é considerado uma das principais revelações recentes do futebol belga.

Além de Charles De Ketelaere, o Milan confirmou até o momento as chegadas de Alessandro Florenzi e Divock Origi. Esses foram os três principais reforços do atual campeão italiano. Com a base mantida da temporada passada, Stéfano Pioli espera manter o bom momento. A principal perda da equipe foi Franck Kessié, que encerrou o seu contrato e fechou com o Barcelona. O zagueiro Romagnoli também deixou o clube.

Inter de Milão:

A Inter também conseguiu reforços importantes e que podem agregar ao elenco do técnico Simone Inzaghi, sendo que o principal deles foi Romelu Lukaku, jogador que chegou por empréstimo junto ao Chelsea. No último título italiano conquistado pela Inter, na temporada 2020/21, o atacante belga foi um dos protagonistas e terá novamente a sua parceria ofensiva com o argentino Lautaro Martínez.

Aliás, a dupla ofensiva para a nova temporada europeia é uma das grandes atrações da Inter de Milão, que novamente busca o título do Campeonato Italiano. Além de Lukaku, o clube contratou o goleiro André Onana e os meias Henrikh Mkhitaryan e Kristjan Asllani.

O clube também sofreu algumas perdas, sendo Ivan Perisic a principal delas. Arturo Vidal e Matías Vecino também foram outros jogadores que deixaram a equipe italiana.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo