Maradona foi enterrado sem o coração, garante jornalista | OneFootball

Maradona foi enterrado sem o coração, garante jornalista

Logo: Jogada10

Jogada10

Um ano após a morte de Diego Armando Maradona, uma informação levantada por um jornalista argentino abalou a Argentina. De acordo com Nelson Castro, em entrevista ao canal de TV ‘El Trece’, o ídolo foi enterrado sem o coração.

Maradona era treinador do Gimnasia y Esgrima à época de sua morte, em novembro de 2020 – Marcos Brindicci/Getty Images

“Houve uma movimentação por parte de um grupo de barra bravas (como são chamados os torcedores violentos de organizadas na Argentina) do Gimnasia y Esgrima, que planejava violar o caixão e extrair o coração de Maradona. Mas isso obviamente não se concretizou, porque seria um ato de enorme ousadia. Descobriram a tempo que isso ia acontece e, então, extraíram o coração”, disse o jornalista Nelson Castro, que é autor do livro ‘La Salud de Diego’ (A Saúde de Diego, em português).

“O coração também foi extraído porque era muito importante para a determinação da causa da morte. Ele pesava meio quilo e era muito grande. Um coração costuma pesar 300 gramas. Era um coração grande não só porque ele era atleta, mas também pela insuficiência cardíaca que o ex-jogador sofreu”, completou Castro.

Maradona morreu em novembro de 2020, aos 60 anos, depois de sofrer um colapso cardiorrespiratório em casa. Até hoje as circunstâncias de sua morte foram esclarecidas pelas autoridades argentinas.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo