Mancini: “É sempre satisfatório vencer a Inglaterra, mas estar na Copa do Mundo é mais importante” | OneFootball

Icon: Trivela

Trivela

·24 de setembro de 2022

Mancini: “É sempre satisfatório vencer a Inglaterra, mas estar na Copa do Mundo é mais importante”

Imagem do artigo:Mancini: “É sempre satisfatório vencer a Inglaterra, mas estar na Copa do Mundo é mais importante”

A Itália conseguiu uma vitória grande diante da Inglaterra, pela Liga das Nações, ao vencer por 1 a 0. Bater uma equipe de peso é sempre importante, mas o técnico Roberto Mancini fez questão de ressaltar que estar na Copa é mais importante e que os ingleses não devem ligar para o rebaixamento na competição europeia. Para ele, os ingleses estão entre os times mais fortes do mundo e chegarão à Copa com chances de sucesso.

“É sempre satisfatório ganhar da Inglaterra, mas especialmente depois da dificuldade que tivemos recentemente. Tira um pouco da pressão e isso é importante”, continuou Mancini. Quando o técnico italiano foi perguntado por um repórter inglês se a vitória sobre a Inglaterra provava um ponto, depois de ter vencido, nos pênaltis, a Eurocopa contra os ingleses, Mancini sorriu.

“Sim, mas vocês estão na Copa do Mundo e isso é o mais importante. Na minha opinião, a Inglaterra é um dos melhores times do mundo e terá uma boa chance no torneio. Não acho que eles irão se importar muito com o rebaixamento”, respondeu Mancini, que citou o rebaixamento da Inglaterra da Liga A para a Liga B.

De olho na Euro 2024

Para a Itália, a vitória é importante também pensando no sorteio das Eliminatórias da Eurocopa, já que coloca os italianos como possíveis cabeças de chave. O sorteio acontecerá no dia 9 de outubro, em Frankfurt, que será uma das sedes da competição na Alemanha.

“Foi muito importante, nos dá um senso de calma para sermos cabeças de chave para o sorteio, então também temos chance de ficar em primeiro no grupo e vencer a Itália, um dos melhores times do mundo”, afirmou Mancini depois do jogo à RAI Sport.

A mudança do esquema tático, de 4-3-3 para 3-5-2 foi feita principalmente pelos desfalques que a equipe tinha, mas acabou sendo positiva diante de um adversário forte. “É um sistema que nos dá mais solidez na defesa, mas em alguns momentos nos faz ficar um pouco espalhados demais. Tentamos manter o time o mais compacto possível e precisamos melhorar”, afirmou Mancini.

“Não temos os jogadores certos para as pontas, então eu decidi esta manhã [sexta] jogar no 3-5-2, mesmo que Immobile não estivesse fisicamente bem. O sistema tático não é tão importante quanto o espírito do time e tivemos uma atitude positiva hoje. Immobile teve um pequeno problema, não é nada sério e esperamos recuperá-lo para segunda”, continuou.

“Como disse ontem [quinta], o sistema é uma coisa, mas o que importante é a personalidade do elenco, o desejo de atacar e assumir o controle. Ainda temos falta de experiência no time com alguns jogadores muito jovens, mas jogamos bem hoje [sexta]”, afirmou o técnico da Azzurra.

Sem ter a Copa do Mundo para disputa, a Itália faz um bom papel no Grupo A da Liga das Nações, à frente de Alemanha e Inglaterra. “Um grupo com Alemanha e Inglaterra, onde usamos tantos jovens e com tantas dificuldades nos últimos meses, ir para a rodada final com chance de vencer o grupo é importante”, declarou o treinador.

Saiba mais sobre o veículo