Maicon revela por que rejeitou proposta da Chapecoense | OneFootball

Maicon revela por que rejeitou proposta da Chapecoense

Logo: Portal do Gremista

Portal do Gremista

Uma das figuras mais emblemáticas do último ciclo vitorioso do Grêmio é o volante Maicon. O atleta foi, sem dúvida, uma referência dentro do clube, tanto que dividiu a braçadeira de capitão com outro ídolo da torcida, o zagueiro Pedro Geromel. Contudo, após uma série de lesões e não conseguir desempenhar um bom futebol em 2021, entrou em acordo com a direção do Tricolor Gaúcho e rescindiu o contrato com o clube, na metade da temporada que selou o rebaixamento da equipe que veste azul, preto e branco.

Em entrevista concedida para a Rádio Grenal, o agora ex-jogador de 37 anos comentou sobre diversos assuntos. O eterno capitão gremista falou sobre seus últimos passos na carreira e que uma equipe da Série B tentou com que o volante adiasse sua ideia de aposentadoria, algo que acabou não acontecendo.

“Tentei jogar no CRB, mas tive lesões e me desanimei. Primeira vez que vou falar isso. Eu vou parar de jogar. Vou oficializar o fim da carreira no próximo mês, no dia do meu aniversário. Vou buscar novos desafios para minha carreira. A Chapecoense me convidou para jogar lá. O professor Marcelo Cabo, que me levou pro CRB, me chamou para ir para lá. Mas eu não quero mais, por conta das lesões. Quero curtir meus treinos aqui na praia. É mais leve. Mas vou torcer pela Chape”, confirmou.

Maicon chegou ao Grêmio em 2015 e fez parte de toda reestruturação no futebol gremista. Foi peça fundamental na mudança de estilo de jogo, visando mais posse de bola e controle. Com a camisa tricolor, o atleta conquistou nove títulos, entre eles a Copa do Brasil e a Libertadores. O eterno camisa 8 deixou o clube depois de seis anos atuando pelo clube, tendo feito comc a camisa do Tricolor Gaúcho 248 jogos

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo