Liverpool empata com Leeds em meio à polêmicas criadas pela Superliga

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F04%2F9b75b3f7-b2fd-461a-994d-eb51b0d1ef6f-1.jpg&q=25&w=1080

Na tarde de segunda-feira, o Liverpool enfrentou o Leeds United e a partida terminou em um empate por 1 a 1, impossibilitando o atual campeão de entrar no G-4. Contudo, a partida ficou marcada pelo que aconteceu no extra campo, com diversos protestos da torcida a respeito dos reds serem um dos clubes fundadores da Superliga Europeia, que está sendo bastante criticada.

Protestos de torcedores do Liverpool

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=697&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F04%2F7bcdbaa7-40f4-4ac5-afbe-1d25c6c94668.jpg&q=25&w=1080

Diversos protestos contra a criação da Superliga aconteceram durante o dia de hoje na Inglaterra. Torcedores do Liverpool se reuniram para colocar faixas ao entorno do estádio dizendo estarem envergonhados do clube. O Liverpool é um clube com raiz histórica popular e esse é um dos orgulhos de seus torcedores. A decisão de participar da Superliga é vista como uma traição do clube com seus apoiadores. Veja as falas de Bielsa e Klopp a respeito do tema (vale lembrar que o treinador alemão já havia criticado a Superliga no passado, quando era apenas uma especulação):

Klopp: “As minhas ideias não mudaram. O meu sentimento e a minha opinião não mudou. Não tenho nada contra a Champions. Gosto da competitividade e da possibilidade do West Ham jogar na próxima edição da Liga dos Campeões. Gosto que tenham a oportunidade de lá estar.”

Bielsa: “A lógica que prevalece é que os ricos são mais ricos e os pobres mais pobres”

O jogo

No primeiro tempo, o Liverpool, que jogava sem sua dupla de zaga principal (Phillips e Kabak), se mostrava superior e se mostrava capaz de quebrar um recorde histórico e conseguir, pela segunda vez na história, quatro vitórias consecutivas fora de casa sem levar gols. Assim, os reds pressionaram a defesa do time adversário e, aos 30 minutos, Diogo Jota achou um belo lançamento para Alexander Arnold e o lateral deu o passe para Mané, que, sem goleiro, teve apenas o trabalho de finalizar para o fundo da rede, abrindo o placar. Com isso, o senegalês encerrou o jejum de nove jogos sem marcar na Premier League.

Já no segundo tempo, o Leeds continuou sofrendo com a pressão de seus rivais somente até cerca dos primeiros 15 minutos. Então, depois disso, o time de Bielsa começou a oferecer maior perigo e dominou o restante do jogo. Harrison, aos 23 minutos fez uma boa jogada e finalizou para uma bela defesa de Alisson. Logo depois, aos 29, o artilheiro Bamford saiu cara a cara e acertou o travessão. Com uma pressão enorme, dois minutos depois Roberts teve mais uma grande chance, que foi desperdiçada com mais um milagre do goleiro brasileiro. Entretanto, como resultado da pressão absurda exercida pelos mandantes, aos 42 minutos, em um lance de escanteio, o zagueiro Llorente subiu mais alto e, de cabeça, empatou o jogo, marcando seu primeiro gol com a camisa do Leeds United.

Com o resultado, o Liverpool se manteve na 6ª colocação da Premier League, com 53 pontos e se vê cada vez mais longe de disputar a próxima Champions League (se é que vai, mesmo terminando o campeonato na zona de classificação). Por outro lado, o Leeds United se manteve no meio da tabela, com 46 pontos marcados até então.

FICHA TÉCNICA Premier League – 32ª Rodada
Leeds United 1×1 Liverpool

Data: 19/04/2021, 16:00
Estádio: Elland Road
Árbitro: Anthony Taylor

Gols: 1T 30′ Mané (Liverpool); 2T 42′ Llorente (Leeds)

Leeds United: Meslier; Ayling, Llorente, Strujik e Alioski (Klich); Phillips, Helder Costa (Poveda), Roberts (Pablo Hernández), Dallas e Harrison; Bamford Técnico: Marcelo Bielsa

Liverpool  Alisson; Alexander-Arnold, Fabinho, Kabak e Robertson; Wijnaldum, Milner e Thiago Alcântara; Diogo Jota (Oxlade-Chamberlain), Mané (Salah) e Roberto Firmino Técnico: Jürgen Klopp

Saiba mais sobre o veículo