Libertadores: as 5 maiores invencibilidades na história do torneio | OneFootball

Libertadores: as 5 maiores invencibilidades na história do torneio

Logo: 90min

90min

24 de abril de 2019. Esta foi a data em que o Atlético-MG perdeu pela última vez na Libertadores. Na noite desta quinta-feira (19), o time comandado pelo técnico Antonio 'El Turco' Mohamed derrotou o Independiente del Valle por 3 a 1 e, assim, atingiu a maior série invicta de todos os tempos no torneio continental. São 18 jogos sem perder, ultrapassando o Flamengo. Nesse sentido, o 90min preparou uma lista com outras campanhas históricas.

1. Atlético-MG (2019 a 2022)

A sequência atual inclui 11 vitórias e 7 jogos. A última vez em que o Atlético foi superado pelo adversário foi há mais de três anos, na derrota para o Nacional (Uruguai) pelo placar de 1 a 0 em jogo da 5ª rodada da fase de grupos de 2019.

2.  Flamengo (2020 a 2021)

Em 2020, o Flamengo foi eliminado por 5 a 3 na disputa de pênaltis pelo Racing / Pool/GettyImages

17 jogos (12 vitórias e cinco empates). A série foi encerrada justamente para outro time brasileiro, o Palmeiras, na derrota por 2 a 1 na prorrogação da final em Montevidéu.

3. Sporting Cristal (1962, 1968, 1969)

17 jogos (oito vitórias e nove empates). O responsável por colocar um ponto final nesta série positiva é o Santiago Wanderers (Chile), que fez 2 a 0 em março de 1969. A melhor campanha do clube peruano na história do torneio foi em 1997, quando foi finalista na decisão contra o Cruzeiro. No entanto, um dos períodos de maior conquista foi na década de 60, quando foi bicampeão nacional em 1961 e 1968.

4. Corinthians (2012 a 2013)

Em 2013, o Corinthians foi superado pelo Boca Juniors na Bombonera por 1 a 0 / JUAN MABROMATA/GettyImages

16 jogos (nove vitórias e sete empates). A campanha invicta de 2012 que rendeu o primeiro título continental do time de Paulinho, Guerrero e cia trouxe também uma das maiores sequências de um time na história do torneio, algo que acabou apenas no ano seguinte, em 2013, com a derrota por 1 a 0 para o Tijuana, na época em que os mexicanos ainda disputavam a competição.

5. América de Cali (1980-1983)

15 jogos. Uma gerações mais marcantes e vitoriosas da história do clube reuniu ídolos como Hebert Ríos, Juan Manuel Battaglia e Willington Ortiz e conquistou o pentacampeonato colombiano (entre 1982 e 1986). Foi também nos anos 80 que o clube disputou três das quatro finais que disputou da Liberta, em 1985, 1986 e 1987, mas em nenhuma delas ergueu a taça.

Saiba mais sobre o veículo