Koeman sobre derrota do Barcelona: “Demonstramos que não somos inferiores ao Real Madrid” | OneFootball

Koeman sobre derrota do Barcelona: “Demonstramos que não somos inferiores ao Real Madrid”

Logo: Trivela

Trivela

Ronald Koeman defendeu o desempenho do seu time na derrota do Barcelona por 2 a 1 para o Real Madrid, neste domingo, pelo Campeonato Espanhol. Para ele, os blaugranas não foram inferiores e até mereceram um resultado melhor. Ao contrário do que pareceu, que o time não sabia bem o que fazer, ele acha que o time só precisava ter saído à frente no placar para que tudo fosse diferente.

“Se você analisar como eles marcaram o primeiro gol, eles fizeram muitas faltas quando tínhamos um contra-ataque. Em alguns momentos do jogo, você tem que vencer a batalha no meio-campo. Não os deixar correr, cometer uma falta e ganhar a bola. É muito importante, às vezes eles tinham esse espaço e sabíamos que eles são muito perigosos”, disse Koeman na saída do jogo.

“Foi uma sensação muito boa para os jogadores e para mim foi a primeira vez [como técnico no jogo contra o Real Madrid com torcida]. Isso foi bom, mas o resultado não foi, é uma pena. Estamos realmente frustrados”.

“Acredito que tivemos méritos para ter outro resultado. Tivemos uma oportunidade muito clara para fazer 1 a 0 a nosso favor. Eles fizeram 1 a 0 e defenderam bem o resultado. Além do mais, eles têm um bom contra-ataque. Acredito que estivemos bem, que a equipe foi fenomenal, mas não tivemos o resultado que queremos”, afirmou o técnico.

“No primeiro tempo estivemos bem. Tivemos uma oportunidade muito claro e outras duas ou três menos clara, mas estivemos bem. É muito diferente quando você sai na frente no placar. Eles esperaram sua oportunidade no contra-ataque e conseguiram. Nem sempre se pode corrigir sua qualidade no ataque. Precisávamos buscar opções, mas foi complicado”.

“Ainda há muito campeonato pela frente. No quarta-feira temos outra partida e vamos tentar nos impor de forma melhor. Ansu trabalhou, mas teve dificuldade de criar mais oportunidades. Eles se defenderam bem”.

“É um clássico. Por ser o Barcelona, são mais do que os três pontos. Mas não temos tempo para relaxar. Sabemos que o campeonato é longo e podem acontecer coisas. Temos que seguir melhorando e seguir trabalhando. Uma vez mais, temos que estar tristes hoje, mas nos preparar para a partida de quarta-feira”.

“Na partida de hoje demonstramos que não somos inferiores ao Real Madrid. Se em vez de termos tomado o 1 a 0 tivéssemos feito 1 a 0, tudo teria mudado. Acredito que estamos mais perto de ganhar uma partida grande”, disse o técnico, ao comentar sobre uma pergunta por não terem ganho partidas grandes.

Segundo informa o jornal AS, de fato a situação de Koeman não é mais tão crítica quanto já foi em outros momentos da temporada. Depois das vitórias sobre o Valencia, por La Liga, e o Dynamo Kiev, pela Champions League, deram algum respiro. A atuação em campo deixou a desejar, mas há a avaliação na diretoria do Barcelona que a responsabilidade recai mais aos jogadores.

A ideia de Joan Laporta, presidente do Barcelona, segundo informa o jornal, é manter o treinador até o final da temporada, aconteça o que acontecer. Assim, o treinador deve ganhar um pouco mais de tranquilidade, apesar das cenas de imbecis torcedores do Barcelona atacando o carro do técnico na saída do Camp Nou. Resta saber se Koeman conseguirá melhorar esse time nos próximos meses para resolver ao menos parte dos problemas. Talvez sem ter tantas lesões ele consiga oferecer mais.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo