Jornalistas argentinos avaliam final entre Boca Juniors e Banfield na Copa Diego Maradona

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F01%2F161081023910629.jpg&q=25&w=1080

A final da Copa Diego Maradona acontece neste domingo (17), às 22h (de Brasília) e terá como finalistas o Boca Juniors e o Banfield. As equipes se enfrentam após um campeonato atípico, em que as regras foram modificadas e invés dos tradicionais pontos corridos, passou a ocorrer em grupos. O vencedor garantirá a vaga para a Copa Libertadores da América 2021. Os Xeneizes, atuais campeões da edição 19/20 já tem a vaga garantida, entretanto a vaga não irá automaticamente para o Banfield. O El Taladro para se classificar necessitará sair campeão do torneio.

O Esporte News Mundo conversou com jornalistas argentinos para entender essa final e também saber a opinião deles a respeito dos clubes.

O jornalista Felipe Silveyra, do site Debate Futebolero aposta que o Boca Juniors será o favorito:

– Ainda que o Banfield venha jogando muito bem e tenha como base seus juvenis, e o Boca Juniors não venha muito bem, recém foi eliminado da Libertadores jogando muito mal, acredito que eles vençam, porque tem mais equipe e um plantel com hierarquia”

Já para Nicolas Panni da rádio AM 610 da Argentina, a pressão para o Boca Juniors ficou ainda maior após a eliminação da Libertadores. O jornalista acredita que Miguel Ángel Russo deve repetir a escalação, para dar aos jogadores uma chance de se redimirem com a torcida, entretanto com algumas ressalvas:

– Me parece conveniente que jogue a equipe titulo com Tevez e compania, mpara que tenham a oportunidade de se redimirem, mas isso não substituiria o que aconteceu na Libertadores. Acredito também que o Russo deveria colocar o Wanchope Ábila e tirar o Soldano, que praticamente não faz gols, mesmo sendo atacante.

Panni também avalia o Banfield, clube que chega a disputa do segundo titulo nacional de sua história:

– O treinador Sanguinetti é uma das grandes revelações, muitos duvidavam do que ia acontecer depois do Falcioni. O Banfield tem na equipe o Fontana, um dos goleadores do campeonato e isso pode ser uma peça fundamental no ataque. o El Taladro também é uma das equipes com mais gols no torneio e isso mostra o poder ofensivo que tem, além de uma defesa com segurança.

O jornalista Gabriel Escobar da rádio Lutesur FM 103.5 compartilha da opinião dos colegas. Para ele o Boca Juniors era forte candidato ao título da Copa Diego Maradona até a última quarta-feira, quando foi derrotado para o Santos. Após o golpe, o jornalista passou a ver o Banfield como grande candidato:

– Será um enorme desafio para o Boca se recuperar, se é que quer ficar com o título. Já o Banfield terá que assumir o protagonismo, sendo uma equipe jovem, para superar o Xeneize e ser campeão.

Por fim, o jornalista Leonardo Correa, do Deportes Al Taco, o Boca Juniors vem abalado, principalmente no emocional. Jogadores importantes da equipe, como Totó Salvio, já deixaram claro a vontade de deixar a equipe após a final. Correa ainda enxerga que a final seja mais importante a Russo do que a Sanguinetti, afinal o treinador Xeneize precisa voltar a conquistar a confiança de sua torcida:

– O torcedor do Boca está bastante bravo com a atuação da equipe. Cardona não foi utilizado na última partida e ele é o único que sabe criar o jogo e a ofensiva do Boca. Totó Sálvio que ficou encarregado de distribuir a ofensiva. É uma tema muito complexo, mas o que eu digo é que o Boca deve também utilizar os jovens, mas em momentos complicados como esse não sei se seria o certo.

Para saber tudo sobre Futebol Argentino, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.