Jornal revela condição para a saída de Martial do Manchester United | OneFootball

Jornal revela condição para a saída de Martial do Manchester United

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

O futuro do atacante francês Anthony Martial parece cada vez mais distante do Manchester United e os agentes do jogador estão buscando alternativas. Na atual temporada são apenas dez jogos disputados e uma relação estremecida com o técnico Ralf Rangnick, que publicamente revelou a vontade do jogador em deixar o clube. No entanto, de acordo com o jornal “The Guardian”, para Martial sair, uma condição é inegociável: o Manchester United precisa pagar metade de seu salário.

Mesmo que atualmente não seja um jogador de fundamental importância para a equipe, Martial ainda tem um dos maiores salários do elenco, o que dificulta a sua saída para outros clubes. O francês de 26 anos esteve próximo de um acerto com o Sevilla, mas os espanhóis encontraram dificuldade para arcar com o seu salário e buscaram a alternativa de dividir com o Manchester United, o que acabou não acontecendo.

Com o Sevilla longe da disputa, surge a possibilidade de Martial permanecer na Premier League, aonde os clubes costumam ter melhores condições de pagar salários mais altos. De acordo com a imprensa do Reino Unido, Tottenham e Newcastle apareceram como possíveis destinos do atleta. No entanto, os dois clubes fizeram a mesma proposta ao United: divisão do salário.

O último clube a conversar com os ingleses visando a aquisição do jogador foi o Barcelona, que deseja uma opção ofensiva desde a aposentadoria forçada de Sérgio Aguero, por conta de um problema cardíaco. No entanto, mesmo que o Manchester United topasse dividir os vencimentos de Martial, o Barcelona chegaria ao seu limite financeiro na folha salarial.

Com a chegada do técnico Ralf Rangnick, que foi o escolhido para substituir Ole Gunnar Solskjaer até o final do ano, Martial esperava ter mais oportunidades no Manchester United, o que acabou não acontecendo. Desde a chegada do novo técnico, no começo de dezembro, o jogador atuou em apenas uma partida, quando entrou nos minutos finais da vitória sobre o Arsenal, pela Premier League.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo