Jogador do Boavista se impressiona com Arrascaeta e revela ‘resenha’ com David Luiz em jogo contra o Flamengo | OneFootball

Jogador do Boavista se impressiona com Arrascaeta e revela ‘resenha’ com David Luiz em jogo contra o Flamengo | OneFootball

Icon: Coluna do Fla

Coluna do Fla

·23 de fevereiro de 2024

Jogador do Boavista se impressiona com Arrascaeta e revela ‘resenha’ com David Luiz em jogo contra o Flamengo

Imagem do artigo:Jogador do Boavista se impressiona com Arrascaeta e revela ‘resenha’ com David Luiz em jogo contra o Flamengo

Titular no Boavista, Pablo Maldini atuou nas categorias de base do Flamengo por dez anos


O ataque do Flamengo viveu uma noite perfeita no Maracanã na última terça-feira (20). Dessa forma, quem acabou sofrendo as consequências foi a zaga do Boavista. Titular no setor defensivo do time de Saquarema no embate com o Rubro-Negro, Pablo Maldini se impressionou com a qualidade de Arrascaeta e revelou uma ‘resenha’ com David Luiz no gramado do ‘Templo Sagrado’.


Vídeos OneFootball


Em conversa com a reportagem do Coluna do Fla, Pablo Maldini avaliou como foi o comportamento do time do Flamengo no jogo contra o Boavista. Além disso, o jogador contou a experiência de enfrentar o Rubro-Negro pela primeira vez, clube em que o atleta atuou pelas categorias de base por dez anos.

“Foi bom por um lado, e ruim do outro, né?! Bom pelo aprendizado, mas ruim porque tenho que correr bastante (risos). Mas isso faz parte, pois se tratar de um time muito qualificado. Sobre o time do Flamengo, o estilo de marcação deles era muito lá em cima, mas as vezes haviam espaços por dentro ou por fora. As puxadas do médios e as movimentações intensas dos pontas dificultaram bastante a nossa marcação”, declarou Maldini.

QUALIDADE DE ARRASCAETA

Ainda sobre o jogo, Pablo Maldini mencionou a qualidade individual dos atletas do Flamengo. No entanto, na visão do defensor de 23 anos, um jogador em específico do plantel rubro-negro deu uma certa ‘dor de cabeça’ a mais ao sistema defensivo do Boavista: Arrascaeta.

“Todos são muito bons, todos sabem. Mas o Arrascaeta, sem dúvidas, foi o que mais me impressionou”, disse Maldini. Importante frisar que no confronto, o uruguaio foi o autor de dois dos quatros gols do Flamengo na goleada sobre o Boavista.

RESENHA COM DAVID LUIZ

Além de tática, Pablo Maldini também contou sobre uma ‘resenha’ que teve com David Luiz. Em exclusiva ao Coluna do Fla, o lateral, que também atua como zagueiro, revelou que o camisa 23 rubro-negro brincou com ele ao ouvir como seria a marcação individual na cobrança de escanteio.

“Uma rápida. Depois das substituições do nosso time, nas bolas paradas, nós falamos quem iria marcar quem, quem ficaria na zona e na marca individual. Geralmente, fico como último homem da zona, mas depois das trocas, fui para o individual marcar o David Luiz. Só que quando eu disse que eu não era individual, ele (David Luiz) brincou comigo dizendo: “não sou individual não, mané”, comentou Maldini.

PABLO MALDINI FOI REVELADO PELO FLAMENGO

Pablo Maldini foi revelado nas categorias de base do Flamengo. No Rubro-Negro, o atleta ficou por dez anos, onde participou de conquistas importantes, dentre elas, o Brasileirão Sub-20 e a Copa São Paulo de Futebol Júnior, a famosa ‘Copinha’. O jogador também comentou sobre esses momentos no clube e com quem ainda mantém contato da época de Fla.

“Tenho sim. Foram bons momentos. Foi um momento inesquecível. Tenho contato com o Yuri César, Wendel… e espero um dia voltar a jogar com eles”.

OUTRAS RESPOSTAS DE PABLO MALDINI

Depois do Flamengo, você foi para a Geórgia, Portugal, e agora a oportunidade de jogar no Boavista. Pretende ficar no Brasil ou sonha com nova saída? Comente sobre os planos.

Pablo Maldini: “Acredito que me mantendo nesse ritmo vai ser muito bom pra mim, mas só voltaria para fora com a certeza de estar tranquilo e me preocupar só em jogar futebol”.

Provavelmente a pergunta que você mais ouviu na vida. Maldini é homenagem ao zagueiro italiano? Quem teve a ideia? Você gosta do nome?

Maldini: “De verdade. Toda vez me perguntam, e eu explico. Aqui na Penha, bairro onde eu moro, os amigos do meu pai chamavam ele assim. E aí então depois dele está mais velho e eu começar a jogar bola os amigos deles, passaram o apelido pra mim e pegou”.

Saiba mais sobre o veículo