Jogador do Bahia provoca o Ceará: 'Ganhamos na bola e na porrada. Eles não tiveram hombridade'

Logo: Stats Perform

Stats Perform

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fimages.performgroup.com%2Fdi%2Flibrary%2Fdazneditorialimages%2Ff3%2F3%2Frodriguinho-bahia-x-ceara-final-copa-do-nordeste-08052021_rodriguinho_bahia_x_ceara_final_copa_do_nordeste_08052021_z41hcqr012uj187ohlgwoq23b.jpg%3Ft%3D1443419241&q=25&w=1080

O Bahia encerrou a sequência de 23 jogos de invencibilidade do Ceará na Copa do Nordeste, e conquistou o título após a vitória por 2 a 1 no segundo jogo da decisão, mas o duelo também ficou marcado confusão generalizada entre os jogadores após o apito final. Seguranças e polícia tiveram que ser acionadas para cessar a briga.

Após a partida, o meio-campo Daniel exaltou a conquista da equipe baiana e falou sobre a confusão, alfinetando os adversários.

"O braço fica arrepiado. A gente acreditava demais. Às vezes, a gente via comentários duvidando da força do Bahia, você nem acredita quando as pessoas duvidam. A gente veio com a certeza de que ia ganhar esse jogo. No 11 contra 11, em Pituaçu, a gente viu que eles não passavam do meio de campo. Eles acharam um gol lá.", disse. 

"A gente mandou no jogo hoje (sábado), ganhamos na bola e na porrada. Eles não tiveram hombridade para saber perder", completou.

O Bahia conquistou seu quarto título da Copa do Nordeste. No jogo de ida, o Tricolor havia perdido por 1 a 0, mas na volta venceu por 2 a 1 no Castelão e levou a decisão para os pênaltis.