Internacional não consegue marcar contra o Corinthians e deixa o título escapar

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F02%2Fbrasileirao-series-a-internacional-v-corinthians-play-behind-closed-doors-amidst-the-coronavirus-covid-19-pandemic-2-scaled.jpg&q=25&w=1080

Na noite desta quinta (25), Internacional e Corinthians entraram em campo pela última rodada do Campeonato Brasileiro 2020. Enquanto o Colorado lutava pelo título, o Timão buscava terminar a competição em uma posição melhor para alcançar uma premiação financeira maior. O jogo foi intenso, com dois gols marcados e um pênalti, todos anulados auxílio do VAR, unidos a pressão colorada, principalmente na segunda etapa não foram suficientes para conseguir tirar o zero do placar no Beira-Rio.

PRIMEIRO TEMPO

A partida começou morna, até os 15’ as equipes brigavam pela bola, mas sem nenhum domínio por ambos os lados. A primeira finalização saiu aos 17’ e foi corinthiana, quando Ramiro recebeu na área para grande defesa de Marcelo Lomba em seu canto esquerdo, colocando para escanteio. Aos 21’ Caio Vidal puxava o ataque colorado quando foi derrubado por Castillo, que recebeu o primeiro cartão amarelo do jogo. A primeira finalização da equipe da casa só aconteceu após os 25’. Em um escanteio bem cobrado, aos 29’, uma boa cabeçada de Victor Cuesta parou nas mãos do goleiro Cássio. Aos 31′ em roubada de bola rápida na intermediária de ataque do Inter, Edenílson deixou Moíses em boa condição na área e ao tentar o cruzamento, o árbitro Wilton Pereira Sampaio marcou pênalti em toque de mão da defesa corinthiana, porém o VAR chamou e com o auxílio da tecnologia a marcação foi anulada após três minutos de paralisação. Com 41′ de partida, o capitão colorado, Rodrigo Dourado foi substituído por lesão, e Rodrigo Lindoso foi a campo. Já nos minutos finais da primeira etapa, Yuri Alberto teve duas oportunidades para marcar, na primeira foi travado, já na segunda o atacante balançou a rede, entretanto em nova revisão do VAR, o impedimento foi marcado. O árbitro ainda acrescentou seis minutos à primeira etapa, mas não houveram mais lances de perigo.

SEGUNDO TEMPO

Aos 4′ do segundo tempo Edenílson cabeceou para grande defesa de Cássio e Yuri Alberto desiquilibrado ainda pegou o rebote, onde a bola pegou caprichosamente na trave e foi para fora. Em nova chegada do Inter, Yuri Alberto finaliza aos 9′, mas é travado e a bola vai para escanteio. Com 14′, após boa triangulação colorada Rodrigo Lindoso finaliza para a defesa de Cássio em dois tempos. E só dava Inter, aos 18′ Caio Vidal bateu de fora da área e mais uma vez Cássio tocou na bola que foi direto no pé da trave. Aos 22′ Fábio Santos recebeu cartão amarelo por reclamação em falta na lateral de campo. Com 25′ as duas equipes mexeram em suas formações, no Inter Abel Hernández e Thiago Galhardo entraram para a saída de Praxedes e Yuri Alberto, já no Corinthians saíram Roni e Otero para a entrada de Mateus Vital e Léo Natel. A partir das substituições, o Inter passou a marcar a saída de bola do Corinthians e conseguiu pressionar o Timão, mas sem chances claras de gol. Aos 30′, a equipe visitante promoveu mais duas alterações, Cantillo e Ramiro saíram para a entrada de Camacho e Xavier. Com o contra ataque aberto, aos 31′, Jô não alcançou uma bola que seria uma chance clara de gol para o Corinthians. As últimas substituições foram feitas aos 35′, Heitor e Caio Vidal saíram para a entrada de Peglow e Lucas Mazzetti e no Corinthians, Bruno Méndez saiu para a entrada de Marllon. Aos 36′ Peglow cruzou para a cabeçada de Lucas Ribeiro para fora passando muito perto da meta corinthiana. Thiago Galhardo aos 40′ tentou finalizar, mas Cássio conseguiu mais uma boa defesa. A pressão colorada continuou nos minutos finais e o árbitro deu mais oito minutos de acréscimo. Com 50′ minutos Edenílson marca para o Inter, mas o impedimento do jogador foi marcado. Ainda houve tempo de aos 54′ Lucas Mazetti perdeu o gol na pequena área e deixa escapar o título colorado, após a derrota do Flamengo para o São Paulo no Morumbi.

NÃO FOI DESSA VEZ

O Inter precisava de uma vitória simples para se tornar campeão após 41 anos, e pressionou muito para tentar marcar, mas a sólida defesa do Corinthians conseguiu parar as investidas coloradas não permitindo o título. Com o resultado o Internacional terminou a competição em segundo lugar com 70 pontos, enquanto o Corinthians ficou em 12º lugar com 51 pontos.

FICHA TÉCNICA

Internacional 0 x 0 Corinthians
Estádio
: Beira-Rio
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Gols: –
Cartões Amarelos: Cantillo e Fábio Santos (Corinthians);

Internacional: Marcelo Lomba, Heitor (Lucas Mazetti), Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso), Caio Vidal (Peglow), Edenílson, Praxedes (Thiago Galhardo) e Patrick; Yuri Alberto (Abel Hernández). Técnico: Abel Braga

Corinthians: Cássio, Fábio Santos, Gil, Jemerson e Bruno Méndez (Marllon); Cantillo (Camacho), Ramiro (Xavier), Otero (Léo Natel), Cazares e Roni (Mateus Vital); Jô. Técnico: Vagner Mancini