Inter, Galo e Atlético Nacional: relembre as zebras dos Mundiais | OneFootball

Inter, Galo e Atlético Nacional: relembre as zebras dos Mundiais

Logo: OneFootball

OneFootball

Marcos Monteiro

Na última terça-feira (18) o River Plate foi eliminado no Mundial de Clubes da FIFA pelo modesto Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos. A zebra antes da final, porém, não é exclusividade dos argentinos.

Desde 2010, em três edições do Mundial os times favoritos deixaram a desejar.

2010 – Mazembe 2 x 0 Internacional

Na edição de 2010 o Internacional foi o representante sul-americano após bater Guadalajara na final da Libertadores daquele ano. No Mundial, porém, os brasileiros não tiveram a mesma sorte.

No jogo de estreia, contra o Mazembe, campeões africanos à época, o colorado perdeu por 2 x 0.

2013 – Raja Casablanca 3 x 1 Atlético Mineiro

Após vencer sua primeira Libertadores e embalado por Ronaldinho Gaúcho, o Galo chegou no Marrocos de olho no título Mundial. Não contava, porém, com a participação exemplar do Raja Casablanca, time da casa que foi campeão nacional naquela temporada.

O Raja entrou no mundial na fase de play-offs e saiu como grande zebra. Deixou pelo caminho, além do Galo, o Auckland City, da Austrália e o Monterrey, do México. A única derrota foi na final, para o Bayern de Munique.

2016 – Kashima Antlers 3 x 0 Atlético Nacional

A Libertadores de 2016 foi decidida entre Atlético Nacional, da Colombia, e Independiente del Valle, do Equador. Campeões, os colombianos foram até o Japão e foram eliminados na primeira partida, pelo time da casa.

O Kashima Antlers participou por ser do país sede (o campeão asiático na época foi o Jeonbuk, da Coréia do Sul), mas mesmo assim fez bonito. Venceu por 3 x 0 e na final ainda marcou dois gols no Real Madrid, mas acabou perdendo por 4 x 2.