☕️ Inglês homenageia privada, Dani Alves no Boca e zagueiro revoltado

Logo: OneFootball

OneFootball

Ian Chicharo Gastim

Imagem do artigo: ☕️ Inglês homenageia privada, Dani Alves no Boca e zagueiro revoltado

Ao melhor, o trono! 🚽

No duelo entre Tottenham e Chelsea desta terça-feira (29) válido pela Copa da Liga Inglesa, a classificação do time de José Mourinho acabou ficando em segundo plano.

Eric Dier, dos Spurs, deixou o campo no meio da partida para ir ao vestiário para ir ao banheiro. É isso mesmo que você leu. O zagueiro saiu de campo para fazer cocô, deixando o Tottenham com um homem a menos na partida por alguns momentos.

Revoltado por seu jogador ter “abandonado” o jogo, Mourinho foi “buscar” Dier, perto dos 30 minutos do segundo tempo, e o jogador acabou sendo decisivo.

Primeiro, interceptou um passe que resultaria em boa chance para os Blues e, pouco depois, serviu o estreante Reguillón, para o espanhol dar o passe para o gol de empate, marcado por Erik Lamela.

Mourinho não ficou feliz, mas eu não podia fazer nada. A natureza estava chamando. Ouvi que eles tiveram uma chance quando eu estava fora do gramado. Ainda bem que não marcaram!

Eric Dier

Em suas redes sociais, Dier brincou com o episódio insólito e “deu” o prêmio de melhor jogador da partida para o vaso sanitário. 💩

 

A internet, claro, foi à loucura com o inusitado caso de Dier.


Dani Alves com a 10… do Boca 💥

Camisa 10 do São Paulo, Daniel Alves ostentou uma outra camisa 10 nesta terça-feira (29). Na véspera de partida decisiva na Libertadores, o brasileiro posou com o uniforme do Boca Juniors.

O Tricolor treinou no CT do arquirrival do River Plate, para o jogo desta quarta-feira (30), às 21h30, na Argentina, e Dani Alves recebeu um mimo dos xeneizes.

Com todo meu respeito a todos os 10 do Boca e que nesse momento é de Carlitos Tevez, muito obrigado pelo carinho e respeito de sempre. É um honra ter essa camisa em minha coleção

Daniel Alves


Zagueiro revoltado 🤬

Expulso no clássico contra o Avaí, o zagueiro Alemão, do Figueirense, foi para cima de Rafael Traci e quase agrediu o árbitro, em cenas lamentáveis para o futebol brasileiro.

A reclamação do zagueiro se deu em razão de uma suposta falta não marcada por Traci no início da jogada que originou o gol do Avaí, anotado pelo uruguaio Gastón Rodriguez.

Num primeiro momento, o zagueiro recebeu o cartão amarelo, mas seguiu gesticulando, até ser expulso, aumentando ainda mais a confusão.


Foto de destaque: Reprodução/Twitter