⚠️ Incêndio no Ninho: MP-RJ denuncia ex-presidente e mais 🔟

Logo: OneFootball

OneFootball

OneFootball

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F01%2Fimago0046512412h_Easy-Resize.com_-1000x666.jpg&q=25&w=1080

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou à Justiça 11 pessoas por incêndio culposo qualificado com resultado de morte e lesão grave no incêndio do Ninho do Urubu – em fevereiro de 2019.

Nesta sexta-feira (15), dirigentes e representantes das empresas que prestavam serviços ao clube na época do incêndio foram denunciados.

Entre eles, o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello e o ex-diretor da base do clube, Carlos Noval – veja a lista completa abaixo.

Quem foi denunciado

  • Eduardo Bandeira de Mello – ex-presidente do Flamengo
  • Márcio Garotti – ex-diretor financeiro do Flamengo
  • Carlos Noval – ex-diretor da base do Flamengo
  • Luis Felipe Pondé – engenheiro do Flamengo
  • Marcelo Sá – engenheiro do Flamengo
  • Marcus Vinicius Medeiros – monitor do Flamengo
  • Claudia Pereira Rodrigues – NHJ (empresa prestadores de serviços)
  • Weslley Gimenes – NHJ
  • Danilo da Silva Duarte – NHJ
  • Fabio Hilário da Silva – NHJ
  • Edson Colman da Silva – técnico em refrigeração

Agora, a denúcia será avaliada pela Justiça e, se aceita, os 11 terão que responder por incêndio culposo – quando não há intenção de matar – que causou a morte de dez jovens da base do clube.


Foto de destaque: Imago Images