Igreja Maradoniana: camisa 10 virou religião na Argentina com 'Natal', 'Páscoa' e mandamentos

Logo: Stats Perform

Stats Perform

Imagem do artigo: Igreja Maradoniana: camisa 10 virou religião na Argentina com 'Natal', 'Páscoa' e mandamentos

Há quem diga que Diego Maradona é um Deus - ele até mesmo recebeu o apelido de D10S -, mas tem quem leve isso realmente a sério. Em 1998 foi fundada a Igreja Maradoniana, em homenagem ao ídolo argentino, falecido nesta quarta-feira (25).

Tudo começou com uma "brincadeira" entre torcedores que consideravam o dia 30 de outubro, data de aniversário de Maradona, como Natal, afinal, naquele dia havia nascido um Deus, o Deus dos maradonianos, como eles mesmos se intitulam. 

Daquele dia dia em diante, a nova religião atraiu adeptos, que hoje chegam aos mais de 40 mil por todo o mundo - são os fiéis a Maradona. A única exigência para que ser um adepto da Igreja Maradoniana é ser fã incontrolável de Diego Armando Maradona.

Entre aqueles que tem um "recuerdo" da Igreja está Lionel Messi e alguns de seus colegas de Barcelona. Em 2009, em entrevista ao Uol Esporte,  Hernán Amez, um dos três fundadores da religião, lembrou do dia em que o craque comprou uma de suas camisas.

"Uma vez, o Messi levou uma para o Barcelona e precisou fazer uma encomenda. Mandei camisetas para Ronaldinho Gaúcho, Deco, Puyol e Giuly". O craque brasielro, inclusive, aparece no livro que conta a história do Mandonismo usando a peça, assim como Careca e o inglês Gary Lineker, derrotado por Maradona no Mundial de 1986. 

E como toda a religião, o Maradonismo tem seus símbolos e datas comemorativas:

O Natal e a véspera de Natal

Como dito anteriormente, o Natal da Igreja Maradoniana é comemorado em 30 de outubro, dia do aniversário de Maradona. Assim, a véspera do Natal é no dia 29 de outubro. De acordo com o site oficial da religião, esta é a data mais importante para os maradonianos.

Todo ano, no dia 29 perto da 23h59 os adeptos se reúnem para entrar no dia 30 com uma contagem de 1 a 10 para para brindar mais um ano de vida de seu Deus. "É uma data a não perder, é apenas uma vez por ano e para o Diego. Uma verdadeira festa, que reúne maradonianos de todo o mundo que pensam o mesmo ... o D10s do futebol chama-se MARADONA", diz o site.

A festa é como qualquer outra, repleta de comida, doces, brindes, uma árvore com luzes coloridas, uma apresentação de slides com fotos de Maradona, além de depoimentos de adeptos e pessoas ligadas ao ex-jogador.

A Páscoa

Esta comemoração é feita no dia 22 de junho, data do jogo da Argentina contra a Inglaterra na Copa do Mundo de 1986.

A data celebra os dois gols de Maradona naquele jogo - um deles é, talvez, um dos mais memoráveis da história do futebol, "La Mano de Dios". 

"Neste dia a Igreja se lembra daqueles 2 milagres em terras mexicanas. Os dois gols mais memoráveis ​​da história da Copa do Mundo".

Neste dia, os maradonianos se reúnem para relembrar o jogo, ouvir a narração dos gols e batizar os novos fiéis, que devem imitar o gol da mão e depois jurar à Bíblia de Maradona “EU SOU O DIEGO”.

A Bíblia

O símbolo mais importante da Igreja Maradoniana é a Bíblia de Maradona, que nada mais é do que a biografia oficial do ex-jogador de futebol.

O livro fica colocado em um altar de madeira, com uma imagem de Maradona, uma bola personalizada em uma réplica do troféu da Copa do Mundo, conquistado pelo craque.

Os Mandamentos

Ao todo, são dez os mandamentos da Igreja Maradoniana:

OS 10 MANDAMENTOS

As Orações

Assim como as demais religiões, o Maradonismo também pratica suas orações, são elas:

Pai nosso (e é realmente nosso)

"Diego nosso que está na terra,

santificado seja o seu canhoto, deixe

sua magia vir até nós, deixe

seus objetivos serem lembrados,

na terra como no céu.

Dá-nos hoje a alegria deste dia

e perdoa esses jornalistas

como perdoamos

à máfia napolitana.

Não vamos manchar a bola

e nos livrar do Havelange ..

Diego."

D10s te salve

"Deus te salve bola.

Você está cheio de magia,

Diego está com você.

Bendito sejas tu entre todos os outros

e bendito o Diego que não te deixa manchar.

Round Santa, mãe do gol,

reze por nós jogadores

agora e na hora do nosso encontro…

Diego."

Creio

"Eu acredito em Diego.

Futebolista Todo Poderoso,

Criador de magia e paixão.

Eu acredito em penugem, nosso D10s, nosso Senhor.

Que foi concebido por obra e graça de Tota e Don Diego.

Nascido em Villa Fiorito.

Ele sofreu sob o poder de Havelange.

Foi crucificado, morto e mal tratado.

Suspenso das quadras.

Cortaram-lhe as pernas.

Mas ele voltou e ressuscitou seu feitiço.

Estará dentro de nossos corações.

para sempre e na eternidade.

Eu acredito em espírito de futebol.

A Santa Igreja Maradoniana,

O golo para os ingleses,

A canhota mágica,

A eterna gambetta diablada,

E em um Diego eterno.

Diego."

Para se despedir de seus Deus, a Igreja Maradoniana convocou um culto para esta quarta-feira (25), ao redor do Obelisco, em Buenos Aires, a partir das 18h, para "agradecer que tenha baixado do céu há 60 anos e para desejar um bom regresso ao local a que pertence", de acordo com um porta-voz.