Ídolo do Corinthians, Tévez estreia como técnico com derrota em clube argentino, mas diz: “Gostei muito” | OneFootball

Ídolo do Corinthians, Tévez estreia como técnico com derrota em clube argentino, mas diz: “Gostei muito”

Logo: Central do Timão

Central do Timão

  1. Por Kennedy Cardoso / Redação da Central do Timão

O ídolo corinthiano Carlos Tévez fez sua estreia como técnico na última sexta-feira, 20 dias após anunciar aposentadoria como jogador. O ex-atacante, porém, não teve a noite dos sonhos em sua primeira experiência na nova função: sua equipe, o Rosario Central, perdeu em casa por 1 x 0 para o agora líder Gimnasia La Plata, pela quinta rodada do Campeonato Argentino, com gol de Ramón Sosa aos 34 minutos do segundo tempo.

Agora, o time de Tévez ocupa a 24ª colocação da competição nacional, que conta com 28 clubes, com apenas quatro pontos em cinco jogos. Apesar dos números ruins e do mau momento no campeonato, o agora treinador disse que gostou do desempenho de sua equipe. Ele também afirmou que ficou agradado com a “nova sensação” à beira do campo.

Ídolo do Corinthians, Carlos Tévez fez sua estreia como treinador no último sábado, à frente do Rosario Central. Foto: Luciano Bisbal/Getty Images.

Pessoalmente, gostei muito. É uma sensação nova, que perdi quando deixei de jogar futebol e agora voltou. Gostei muito da equipe, da atitude, tendo em conta que só fizemos cinco treinos. Achei que a partir dos 70 minutos o grupo ia desmoronar, porque aceleramos muito, mas aguentaram bem e estou orgulhoso deles”, declarou o ídolo corinthiano à TyC Sports.

Com passagens marcantes por diversos clubes ao redor do mundo, como Corinthians, Boca Juniors, Manchester United e Manchester City, o experiente ex-jogador assumiu a responsabilidade pela derrota do Rosario Central. Ele acredita que, como técnico, sempre será o responsável por qualquer resultado negativo de sua equipe.

“Vamos continuar trabalhando, estamos convencidos de que este é o caminho. Como disse aos jogadores, estou orgulhoso deles porque deixaram tudo. O único culpado por essa derrota sou eu, e sempre serei eu quando perdermos. Assumo a responsabilidade, mas sei que atrás de mim tenho um grupo de homens que farão todo o possível para chegar à frente, disse.

Agora, a equipe de Tévez terá de virar a chave da derrota para o Gimnasia. O próximo compromisso do Rosario Central será na terça-feira, pela Copa da Argentina, às 18h05 (de Brasília). O adversário será o Quilmes, 18º colocado da segunda divisão local, que conta com 37 clubes.

Veja mais:

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo