Ibra retornou aos titulares do Milan, guardou logo dois gols e comandou a vitória sobre o Cagliari

Logo: Trivela

Trivela

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Ftrivela.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F01%2Ffbl-ita-seriea-cagliari-ac-milan-scaled-e1611004464997.jpg&q=25&w=1080

O Milan fechou a rodada da Serie A e recuperou sua vantagem na liderança. Mais importante, os rossoneri tiveram a prova cabal de que Zlatan Ibrahimovic está mesmo de volta. Após sua lesão recente, o sueco já tinha reaparecido no time durante os minutos finais da vitória sobre o Torino. Desta vez, Ibra retomou seu lugar no ataque titular depois de dois meses e, não contente apenas com isso, definiu a vitória sobre o Cagliari. O artilheiro anotou os dois gols milanistas no triunfo por 2 a 0 na Sardegna Arena, aproveitando o início de cada tempo, num jogo que terminaria com sua dose de sufoco aos visitantes. O veterano soma 12 gols em oito aparições pelo Campeonato Italiano, igualando as marcas de Romelu Lukaku e Ciro Immobile nesta edição da liga. Apenas Cristiano Ronaldo, com 15 tentos, aparece à frente.

Dominando a partida durante os primeiros minutos, o Milan precisou de pouco tempo para abrir o placar. Aos seis, Brahim Díaz enfiou a bola e Ibrahimovic invadiu a área. O centroavante desacelerou o passo e Charalambos Lykogiannis chegou empurrando o sueco. Pênalti, que o próprio Zlatan pegou para cobrar. Na marca da cal, Ibra bateu rasteiro à sua esquerda e o goleiro Alessio Cragno não saiu nem na foto. Os milanistas tinham tranquilidade para administrar sua vantagem, recuando mais e sendo mais precisos em suas ações.

O Cagliari tentou responder na sequência, mas João Pedro pegou mal na principal chance. Os sardos até ficavam mais tempo no campo de ataque, mas produziam pouco. O Milan não era tão intenso e ainda assim ameaçou o segundo aos 25, com Cragno realizando ótima defesa para evitar o tento de Davide Calabria. O lateral também carimbou a trave aos 37, num tiro forte da entrada da área. No fim da primeira etapa, os rossoblù tiveram mais volume de jogo e insistiram um pouco mais, sem levar perigo à meta de Gianluigi Donnarumma.

Na volta ao segundo tempo, a partida não parecia mudar muito de ritmo, até os dois protagonistas do Milan encaminharem a vitória. Aos seis minutos, Calabria descolou um lançamento espetacular e achou Ibrahimovic nas costas da zaga. O veterano partiu primeiro e, sem que a marcação o apertasse, finalizou de primeira para as redes. A arbitragem anotou inicialmente o impedimento, mas logo depois seria validado o lance pelo VAR, com o artilheiro na mesma linha que o último marcador.

O Milan parecia disposto a ampliar e assustou com Franck Kessié. A partida aumentou sua rotação e os goleiros começaram a aparecer. Depois de um grande passe de João Pedro, Gianluigi Donnarumma cresceu diante de Giovanni Simeone. Logo depois, Ibra respondeu e Cragno evitou a tripleta do sueco. O Cagliari buscava a velocidade pelas pontas, enquanto Stefano Pioli acionava seu banco. E Alexis Saelemaekers atrapalhou o sossego dos rossoneri por bobeira aos 29. Em menos de dez minutos em campo, após substituir Jens Petter Hauge, o garoto recebeu dois amarelos e foi expulso.

Com um jogador a mais para os 15 minutos finais, o Cagliari reforçou seu ataque com as entradas de Leonardo Pavoletti e Alberto Cerri. Os rossoblù ganharam presença de área e deram sufoco no final. Donnarumma realizou ótima defesa em cabeçada de Cerri, pouco antes de Luca Ceppitelli completar uma cobrança de falta para fora, com enorme perigo. A tentativa para o Milan aliviar sua barra só veio aos 41, com Ibra travando uma batalha com Diego Godín e vendo seu chute abafado pelo zagueiro. Porém, faltou qualidade para os sardos pressionarem além dos chuveirinhos, sem impedir a vitória milanista.

O Milan chega aos 43 pontos na Serie A, emendando a segunda vitória consecutiva. São três pontos de vantagem sobre a Internazionale, que fez sua parte ao vencer o clássico contra a Juventus no final de semana. Além disso, a distância em relação ao terceiro colocado sobe para nove pontos. O Cagliari, mal na atual campanha, é o 17° colocado. Os sardos ficam apenas um ponto acima da zona de rebaixamento.