Hulk fala em “Vergonha na Cara” e Cuca entrega o favoritismo de quarta ao Palmeiras | OneFootball

Hulk fala em “Vergonha na Cara” e Cuca entrega o favoritismo de quarta ao Palmeiras

Logo: Deus me Dibre

Deus me Dibre

FOTO: PEDRO SOUZA / ATLÉTICO

A derrota na noite do último domingo (07) ainda vai repercutir bastante entre os atleticanos. O 3 x 2 diante do Athletico-PR, no Mineirão, gerou palavras fortes de Hulk na zona mista do estádio. Com o revés em casa, o Atlético chegou ao 4º jogo seguido sem vencer pelo Campeonato Brasileiro, fazendo com que o Galo “amargue” a 7ª colocação da competição.

Atual campeão Brasileiro, da Copa do Brasil e da Supercopa, Hulk disse faltar maturidade ao time atleticano:

Falta maturidade. Aqui ninguém é criança, ninguém é moleque. Todo mundo sabe que, quando não se está correndo bem, quando o resultado não vem, tem que ser mais maduro. Quando se está ganhando bem, 1 a 0 é goleada.

O camisa 7 foi ainda mais duro com o time, falando em “vergonha na cara”:

Está na hora de ter vergonha na cara, mais maturidade e experiência, porque, senão, vamos ficar lamentando toda hora… Ou seja, fazer o simples. O feijão com arroz, às vezes, é muito mais importante do que ficar inventando toda hora.

Em sua entrevista coletiva, após o jogo, Cuca foi questionado se está faltando humildade ao elenco alvinegro. O treinador falou:

O pessoal é super humilde, e se não dá certo em campo, não é por falta de humildade. Se eu for falar em números, eles (Athletico-PR) chutaram três vezes no segundo tempo e todas entraram. Ninguém quis fazer gol de letra, sair jogando dando chapéu. Eu acho que cabem muitos argumentos sobre o que está faltando, mas humildade eu acho que não.

O treinador ainda falou do clima no vestiário, deixando claro que internamente haverá cobranças:

Eles já estão sofridos com a derrota, o que menos precisam é que eu venha aqui (na frente das câmeras) criticá-los publicamente.

FOTO: PEDRO SOUZA / ATLÉTICO

Cuca ainda comentou sobre o próximo adversário atleticano, Palmeiras. Para o treinador, no o clube paulista é o favorito para chegar as semifinais da Copa Libertadores:

É o melhor time da Libertadores, que fez mais pontos, está vivendo um momento mágico, maravilhoso, de bem com a torcida, com a imprensa. É lógico, uma coisa puxa a outra. Vieram aqui, tiveram a fortuna de fazer dois gols naquele empate doloroso em cima da hora e saem como favoritos na casa deles.

O treinador ainda completou, mostrando confiança que seu time poderá surpreender em São Paulo:

Nós podemos provar que a gente é humilde, ir lá, fazer a nossa parte e esperar o final da quarta-feira, porque de repente esses mesmos meninos que hoje estão criticando, quem sabe acontece uma coisa diferente e a gente possa ganhar. Vamos trabalhar!

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo