Hulk comemora vitória do Atlético-MG e nega desconfiança após sequência sem vitórias | OneFootball

Hulk comemora vitória do Atlético-MG e nega desconfiança após sequência sem vitórias

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Neste sábado, o Atlético-MG bateu o Atlético-GO por 2 a 0 e voltou a vencer no Brasileirão após quatro jogos sem vitória. Autor do segundo gol da partida, Hulk valorizou o momento em que ampliou a vantagem do Galo.

“Eu fico sempre feliz quando marco gols e ajudo meu time. Essa massa merece demais, fazer a alegria deles, para mim, é a maior felicidade do mundo. Em um momento em que o jogo estava bem pegado, consegui fazer o 2 a 0 para dar uma acalmada no jogo”, disse.

Com os deslizes nas últimas rodada, muitos questionamentos passaram a marcar o dia a dia do Atlético-MG. No entanto, Hulk minimizou o clima de desconfiança e ressaltou a qualidade da equipe mesmo em jogos de resultados adversos.

“Acredito eu que as críticas, a desconfiança, é externamente. Claro, sem dúvida, internamente a gente sabe a qualidade do Turco, sabe a pessoa que o Turco é, o que ele está agregando para o nosso grupo hoje. Um cara muito experiente, um cara muito do bem. Mesmo sem conseguir as vitórias, nosso time está jogando muito melhor que os adversários, não desrespeitando os adversários”, comentou.

“No último jogo eu fiquei em casa me coçando para poder estar ali ajudando o meu time e vi o quanto eles jogaram, no segundo tempo principalmente. Intensidade num campo muito difícil que foi contra o Bragantino lá. Mas a equipe está muito bem, é muito bom voltar a vencer e isso nós dá mais ânimo”, avaliou Hulk.

“E eu tenho certeza que vai ser assim na próxima quinta-feira, agora, na Libertadores. A gente vai entrar com a máxima força possível”, completou, projetando o duelo contra o Independiente Del Valle-EQU, às 19 horas (de Brasília) pela quinta rodada, podendo encaminhar a classificação do Galo para a fase de mata-mata.

Artilharia

Com o gol marcado, Hulk entra na briga pela artilharia, apenas um gol atrás do argentino Jonathan Calleri, do São Paulo.

O camisa 7 do Galo tem, até o momento, quatro gols, apenas um atrás do centroavante do Tricolor. Além disso, ele está empatado com Léo Gamalho, atacante do Coritiba.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo