Haaland será o próximo: o histórico de Guardiola com centroavantes | OneFootball

Haaland será o próximo: o histórico de Guardiola com centroavantes

Logo: MaisQueUmJogo - MQJ

MaisQueUmJogo - MQJ

Uma das principais atrações da próxima temporada do futebol europeu será Erling Haaland com a camisa do Manchester City. O centroavante está a caminho do clube inglês. Pep Guardiola, assim, ganha um artilheiro de peso e certamente vai ajudar Haaland a evoluir ainda mais.

Haaland será mais um homem-gol de Guardiola. Do Barcelona ao Manchester City, o técnico já comandou nomes de peso, como Eto’o, Lewandowski e Agüero, por exemplo. E também se virou sem aquele 9 clássico. Messi marcou época como falso 9 no Barça.

Galeria de Fotos

Guardiola sabe muito bem explorar centroavante com mais presença física, como Lewandowski, e também jogadores mais “leves”, como David Villa ou o próprio Agüero. A ver como Haaland vai render com o técnico no Manchester City.

Relacionadas

Os centroavantes de Guardiola

Na primeira temporada de Barcelona, Guardiola teve Samuel Eto’o como referência do ataque. O camaronês fez 36 gols em 52 jogos na temporada 2008/2009. Henry também podia desempenhar a função. Ele marcou 19 gols em 47 jogos.

Eto’o brilhou pelo Barcelona | Foto: Imago Images

A experiência de Guardiola com Ibrahimovic não funcionou no Barcelona, na temporada 2009/2010. Os dois viveram uma crise de relacionamento. Ibra fez 21 gols em 45 jogos.

David Villa foi peça importante do time de Guardiola na temporada 2010/2011. Ele marcou 23 gols. Na temporada seguinte, o espanhol anotou nove gols em 24 partidas.

Na primeira temporada à frente do Bayern de Munique, Guardiola contou com o croata Mario Mandzukic como principal centroavante. Ele anotou 26 gols em 48 jogos. O peruano Claudio Pizarro – anotou 11 gols em 26 jogos – também era opção do clube bávaro.

Guardiola, em 2014, recebeu Robert Lewandowski. A primeira temporada do centroavante foi de 25 gols (é a menor marca dele com a camisa do Bayern) em 49 jogos.

Lewandowski se deu bem com Guardiola | Foto: CHRISTOF STACHE/AFP via Getty Images

Na temporada de despedida de Guardiola do Bayern de Munique, Lewandowski anotou 42 gols em 51 jogos. Foi em 2015 que ele marcou cinco gols em nove minutos, no duelo com Wolfsburg.

Guardiola no City

No Manchester City, Agüero foi o homem-gol de Pep Guardiola. O centroavante argentino já estava no clube quando o técnico chegou, em 2016. Na primeira temporada do treinador, Agüero marcou 33 gols (melhor marca no clube) em 45 jogos.

Neste caminhada na Inglaterra, o técnico conta com a versatilidade de Gabriel Jesus, que foi para o City em 2017. Em muitos momentos, o brasileiro foi o substituto de Agüero como centroavante, além de jogar como ponta.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo