Guerrero desmente médico e afirma não ter recebido injeções no joelho direito no Peru | OneFootball

Guerrero desmente médico e afirma não ter recebido injeções no joelho direito no Peru

Logo: Jogada10

Jogada10

Após retornar da seleção peruana e já atuar pelo Internacional, Guerrero tem sido pauta frequente nos noticiários de seu país. Luis Cotillo, médico peruano, afirmou ter aplicado injeções no joelho direito do atacante, operado duas vezes em 2020. Por meio de sua assessoria, Guerrero desmentiu a informação. Segundo a sua assessoria, Guerrero teria sido auxiliado pelos médicos do Internacional para tratar de seu problema no joelho direito:

” Guerrero esclarece que o processo de recuperação da sua lesão no joelho foi todo conduzido pelo Departamento Médico do Internacional. Médicos e fisioterapeutas do clube foram e seguem sendo os únicos responsáveis pelo acompanhamento e tratamento do atleta” disse a nota.

Na partida contra o Sport (13/9), Guerrero entrou em campo no início do segundo tempo – Ricardo Duarte

Porém em entrevista ao site  da Rádio Gaúcha, o médico declarou ter aplicado um medicamento em Guerrero, o Fibroquel em Guerrero, que tem origem mexicana. Vale destacar que, nas redes sociais de Cotillo, foi postada uma foto onde Guerrero recebia a injeção no local.

“Aplico o Fibroquel desde 2015, quando falei com um médico do Pumas em um congresso técnico. O medicamento é usado para curar tanto lesões de joelho como dores musculares. Já falei com alguns médicos no Brasil sobre o produto. Para mim, foi uma honra tratar o capitão da seleção peruana.”

Internacional Segundo a reportagem da Gaúcha, o Internacional não se posicionou neste caso e, afirmou não ter nada a acrescentar em relação ao depoimento de Guerrero. Vale ressaltar que, se for comprovado a participação do médico peruano no tratamento do jogador, o camisa 9 pode ser advertido pelo seu clube.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo