Guardiola compara Premier League à Champions: ‘É mais difícil’ | OneFootball

Guardiola compara Premier League à Champions: ‘É mais difícil’

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

O Manchester City está muito próximo de conquistar mais um título da Premier League e, neste domingo (22), a equipe recebe o Aston Villa, pela última rodada da competição. Para se sagrar campeão nacional sem depender de outros resultados, basta a equipe do técnico Pep Guardiola vencer a partida. Ao falar sobre o momento decisivo, o treinador comparou a Premier League com a Liga dos Campeões e apontou um grau de dificuldade maior do que o da competição continental.

— Ganhar a Premier League é mais difícil do que a Champions. São muitas semanas, muitos jogos, muitas lesões, boas e más fases… O nosso grande sucesso é ter conseguido conquistar essa competição nos últimos anos. Não digo que a Champions não seja importante, é claro, e adoraríamos estar em Paris na próxima semana. Mas jogar 38 rodadas é diferente de ter que ganhar seis ou sete jogos — disse o Guardiola.

Desde que assumiu o comando do Manchester City, em 2016, o treinador espanhol já conquistou a Premier League em três oportunidades, estando agora próximo de sua quarta conquista. A Liga dos Campeões também é uma ambição do Manchester City, mas Guardiola ainda não conseguiu repetir na Inglaterra os feitos que teve na Espanha, com o Barcelona, quando conquistou duas vezes a Champions.

A única equipe que ainda pode evitar mais um título do Manchester City na elite do futebol inglês é o Liverpool, que tem apenas um ponto de desvantagem na classificação (90 a 89). O adversário também jogará sua última partida em casa e terá pela frente o Wolverhampton. Para que a equipe de Jurgen Klopp consiga superar a de Guardiola, será necessário vencer o seu jogo e torcer para que o City no máximo fique com um empate frente ao Aston Villa.

Toda a última rodada da Premier League será disputa neste domingo (22), às 12hs (de Brasília). Além da briga pelo título, ainda estão em disputa uma vaga na Liga dos Campeões (Tottenham e Arsenal), uma classificação para a Liga Europa (Manchester United e West Ham), além da luta contra o rebaixamento (Burnley e Leeds United).

Saiba mais sobre o veículo