Griezmann: “Seria um sonho poder participar das Olimpíadas pela França” | OneFootball

Griezmann: “Seria um sonho poder participar das Olimpíadas pela França”

Logo: Trivela

Trivela

O torneio olímpico de futebol não é dos mais prestigiados do mundo, especialmente quando se trata de europeus, mas parece que o fato de Paris ser sede da Olimpíada de 2024 mexeu com alguns jogadores. Kylian Mbappé, astro do PSG, disse que quer estar no torneio e agora outro companheiro de seleção francesa foi na mesma linha: Antoine Griezmann, que declarou o sonho de estar na Olimpíada de Paris ao site de apostas esportivas Betway.

Aos 30 anos, Griezmann é um dos jogadores importantes da forte seleção francesa, campeã do mundo em 2018 e que segue entre as favoritas para o título também em 2022. Campeã da Liga das Nações, em outubro de 2021, os franceses já estão classificados para a Copa no Catar, que começa em novembro. Mas Griezmann já deixou claro que tem vontade de disputar o torneio olímpico de futebol em 2024, em Paris.

“Os Jogos Olímpicos são um objetivo importante para mim, na França. É algo que me impressiona, ver todos os atletas, todos os esportes. Para mim, seria um sonho poder participar das Olimpíadas pela França”, afirmou o jogador em entrevista à Betway.

A França esteve na Olimpíada de Tóquio, mas não conseguiu passar da primeira fase. Levou o atacante André-Pierre Gignac, de 35 anos, e Florian Thauvin, de 28, ambos do Tigres, como jogadores acima da idade estipulada – que foi de 24 anos, devido ao adiamento do torneio de 2020 para 2021. Além dos dois, Téji Savanier, de 29 anos, do Montpellier, foi o outro dos convocados acima da idade. A campanha acabou sendo decepcionante. Em Paris, claro, os franceses esperam fazer diferente, ainda mais sendo o time da casa.

O desejo em estar na seleção olímpica não quer dizer que Griezmann projeta o futuro longe da seleção francesa principal nos próximos anos, mesmo depois da Copa do Catar. Aos 30 anos, ele terá 33 na Olimpíada de Paris. Espera estar no elenco dos Bleus, que lutará para estar na Euro 2024, que será na Alemanha.

“Vai depender do treinador [respondendo sobre o futuro na seleção da França após a Copa do Catar]. Se ainda será o [Didier] Deschamps, se será outro, se ainda me querem na seleção. Mas da minha parte, nunca direi não à seleção francesa”, destacou o jogador.

O retorno ao Atlético de Madrid no começo da temporada é também uma tentativa do atacante de retomar o seu melhor momento. A passagem pelo Barcelona não foi das mais bem-sucedidas e o francês conhece bem o Atlético e o potencial do time, ainda mais com o técnico Diego Simeone.

“Quero voltar ao meu melhor nível, o nível que já alcancei aqui no Atlético. Depois disso, vamos ver até onde posso ir. Quero voltar a esse nível e, por que não, ganhar uma Copa do Mundo novamente ou troféus muito importantes com o clube. Para mim, o objetivo é chegar a esse nível [de 2017 e 2018]”, afirmou o jogador ao blog da Betway.

Saiba mais sobre o veículo