Grabara pegou pênalti e ajudou o Copenhague a arrancar um ponto contra o Manchester City | OneFootball

Icon: Trivela

Trivela

·11 de outubro de 2022

Grabara pegou pênalti e ajudou o Copenhague a arrancar um ponto contra o Manchester City

Imagem do artigo:Grabara pegou pênalti e ajudou o Copenhague a arrancar um ponto contra o Manchester City

O goleiro Kamil Grabara, que havia feito um bom jogo na última semana, apesar da goleada por 5 a 0, pegou um pênalti e fez outras defesas importantes, ajudando o Copenhague a empatar por 0 a 0 com o Manchester City, com um jogador a mais durante aproximadamente uma hora. Foram os primeiros pontos que o bicampeão inglês deixou para trás na fase de grupos da Champions League.

Nenhum desastre, e Pep Guardiola nem fez tudo que podia para ganhar porque manteve Erling Haaland no banco de reservas até o apito final, provavelmente calculando que, para a temporada no geral, era melhor poupá-lo a arrancar uma vitória na Dinamarca a qualquer custo. Até porque está praticamente classificado. Foi o segundo ponto somado pelo Copenhague.

Julian Álvarez liderou o ataque do City, e quem brilhou de verdade no primeiro tempo foi o assistente de vídeo. Três intervenções em lances importantes, a primeira delas para anular um golaço de Rodri de fora da área. Ele soltou uma chicotada, após pivô do argentino, mas houve toque de mão de Mahrez pouco antes.

Aos 24 minutos, o monitor ajudou o árbitro Artur Soares Dias a marcar pênalti em toque de braço de Nicolai Boilesen dentro da área, mas Grabara, que havia feito boa defesa em chute cruzado de Álvarez, barrou a cobrança de Mahrez. Cinco minutos depois, Sergio Gómez derrubou Hakon Haraldsson, por trás, na entrada da área. Com a ajuda do VAR, Soares Dias marcou falta e deu cartão vermelho para o lateral esquerdo.

Isso mudou o panorama da partida. Entre a relativa falta de interesse do Manchester City, a inferioridade numérica e o fato de que o Copenhague não é exatamente um time à altura dos ingleses, a partida ficou bastante travada. O segundo tempo teve um panorama diferente, com os times dividindo a posse de bola, em contraste com o domínio de 69% dos ingleses antes do intervalo.

E pouca coisa aconteceu. Grabara fez outra defesa, em chute de fora da área de De Bruyne, e no fim, caindo no canto para barrar um míssil rasante de Cancelo. O Copenhague não conseguiu criar. Ederson não teve que fazer defesa no segundo tempo. O lance de mais perigo foi um cruzamento de Kristiansen à segunda trave. Jóhannesson se esticou todo, mas chegou um pouco atrasado e não conseguiu alcançar a bola.

Se o Sevilla não vencer o Dortmund daqui a pouco, o City está classificado. Mas mesmo se conseguir os três pontos, os ingleses teriam que perder dos alemães e depois levar 5 a 0 em casa dos espanhóis – porque fizeram 4 a 0 no Ramón Sánchez Pizjuán na ida. Dá para dizer com uma boa dose de certa que o City estará nas oitavas de final.

.

.


Standings provided by Sofascore

Saiba mais sobre o veículo